Educar com amor

por Letícia Brandão

Quando fazemos a escolha por um “Educar com Amor”, é necessário entender o que realmente significa isso.

Nesses meus anos na educação tenho vivenciado muitos momentos onde o Educar com Amor está à prova o tempo todo. Alguns profissionais não entendem, outros dizem entender… Que é para fazer somente o que o aluno quer, passar a mão na cabeça sem corrigi-lo e se, necessário, dar tudo pronto. Isso vai muito mais além da palavra, ou seja, é dedicação, respeito, comprometimento de ambas as partes – professores e alunos – em que cada um precisa fazer sua parte para que se tenha uma educação diferenciada.

É levar o aluno a pensar, refletir o que precisa ser feito, enxergá-lo como uma pessoa única onde cada um tem seu modo de aprender e acreditar que mesmo tendo dificuldades ele é capaz de aprender e desenvolver seus próprios pensamentos sem ter nada pronto, como na maioria das vezes é o que tem acontecido. É mais fácil dar pronto ao invés de sentar junto e ajudá-lo a entender qual a importância e o significado das coisas.

Cada um aprende do seu jeito

Hoje não se pode tachar aquele que sabe e outro que não. Cada um é especial e único, ele precisa acreditar e confiar que seu professor acredita e confia nele e isso só vai acontecer quando o professor olhar para ele, dentro dos olhos e disser que é capaz e o aluno entender que aquilo é verdadeiro.

Educar com Amor não é um DOM, é uma VIRTUDE que existe dentro de cada um de nós. O que é importante saber é que ela precisa ser trabalhada e vivenciada para que se torne realidade.

E como sei que estou fazendo isso? Você precisa se colocar no lugar do outro para sentir qual é a verdadeira necessidade que o aluno tem. Assim você saberá do que ele precisa para continuar seu desenvolvimento enquanto pessoa que está sendo formada.

Uma vez um professor me questionou. O que é isso que tanto fala? Nós não estamos aqui para dar amor e sim para ensinarmos nossos alunos?  E respondi: Sim! Estamos para ensinar conteúdos, como fazer uma redação, resolver uma situação problema, enfim… Tudo isso não é o bastante quando se pensa em Educação Humana. Quando se trata com amor, o aluno terá um conhecimento muito maior e, além disso, estará emocionalmente bem para resolver suas dificuldades que virem pela vida.

O mais gratificante é que quando saem aqui do Colégio, quando terminam o ensino fundamental e voltam para nos visitar, dizem o quanto foi significativo terem estado aqui. Pois respeito, amor e dedicação não tem preço e com isso você descobre que o caminho é exatamente esse. Pois quem planta Amor colhe Amor.

Pense Nisso, qual a Educação que você quer para seu filho?


Letícia Brandão

Letícia Guedes Bizigatto Brandão é pedagoga e trabalha com educação há 25 anos. Desde 2006 é diretora do Colégio Evoluti, em São José dos Campos e carrega consigo um amor à educação de fazer a diferença na vida dos alunos, formando gente de verdade. Sua maior certeza na vida é de que “sonho que se sonha junto torna-se realidade”.

, , , , , , , , , ,