Transforme sua vida financeira com 50-30-20

A consciência financeira é vital para a saúde do seu bolso. Para quem está passando por uma crise financeira saiba que é possível mudar desta situação

por Hercules Pires

Numa época de dúvidas e preocupações cada vez maiores com o futuro, em que reviravoltas econômicas e crises aparecem do nada, a educação financeira e o planejamento econômico são essenciais para uma vida tranquila e segura. Esse não é mais um assunto apenas para investidores, mas para todos que querem poupar e investir dinheiro com segurança e garantir um futuro econômico estável. Infelizmente manter o orçamento pessoal sob controle pode ser um desafio para muitas pessoas. Entre os motivos estão não saber quanto deve ser gasto em cada categoria do orçamento, quanto deve ser destinado para atividades relacionadas ao estilo de vida e, ainda, qual é a quantia ideal para criar uma reserva financeira ou pagar suas dívidas. Essa dificuldade está relacionada à falta de educação financeira, mas que nunca é tarde para aprender e colocar em pratica as mudanças necessárias.

O primeiro ponto que vale ressaltar é que todo desequilíbrio financeiro é reflexo de outros desequilíbrios na vida. E essa consciência financeira é vital para a saúde do seu bolso. Para quem está passando por uma crise financeira saiba que é possível mudar desta situação, mas vai requerer esforço e organização de sua parte. Se esse é o seu caso, a regra 50/20/30 pode ser uma importante ferramenta para em seu Planejamento Financeiro pessoal e mudar de uma vez por todas sua situação.

A tarefa de organização do orçamento financeiro tende a ser dura no início, pois geralmente demoramos a perceber quais os gastos são passíveis de corte e também por onde devemos começar a mudança.

O que você pode estar fazendo de errado?

Para fazer diferente, primeiramente é preciso entender o que está sendo feito de forma errada. Essa parte não costuma ser muito fácil, pois nem sempre estamos prontos para olhar o que temos feito com um olhar investigativo, com aquela lupa necessária. Mas há algumas questões que podem ser levantadas para que você comece a pensar nas suas atitudes com relação a dinheiro nos últimos anos. São elas:

Você já fez um levantamento de despesas alguma vez na vida?

Você já se preocupou em anotar, pelo menos por um mês inteiro, todos os pequenos e grandes gastos feitos? Se você ainda não fez isso, faça agora. Programe-se para a partir de hoje até os próximos 29 ou 30 dias anotar absolutamente todos os gastos: do pãozinho na padaria até a revista na banca de jornal. Provavelmente você vai se surpreender e entender o que anda consumindo a maior parte das suas receitas sem que você se dê conta.

Conhece bem seu orçamento mensal?

O apontamento de despesas vai ajudá-lo a entender mais detalhadamente gastos variáveis aos quais talvez você não esteja dando importância hoje. Mas é importante que você tenha ao menos um orçamento que mostre as receitas e despesas fixas no mês. Sem isso fica impossível organizar as contas e fazer cortes.

Usa o cheque especial como parte da receita?

Muitas pessoas acabam usando o limite do cartão, o crédito do banco, o cheque especial como uma espécie de receita extra mensal, o que é totalmente errado e causa danos enormes ao orçamento. É preciso adequar o padrão de vida à sua receita líquida mensal, e não viver na corda bamba acumulando dívidas só porque aquele dinheiro extra parece disponível. Pergunte-se se você realmente precisa de certas coisas ou é apenas uma questão de status.

Compra muito por impulso?

Comprar por impulso é um dos hábitos que mais detonam o orçamento. Se você frequentemente se vê em situações onde não consegue resistir às compras e depois se arrepende, trate de começar a impor sob sua emoção e ser mais racional a respeito da sua situação financeira.

Tem uma reserva de emergência?

Normalmente quem é equilibrado financeiramente constrói uma reserva de emergência exatamente para não ter que se desesperar em situações emergenciais como a perda de um emprego ou um gasto inesperado e urgente. Se até agora você não se preocupou com isso e está sentindo na pele a dificuldade por não ter guardado nada, então comece hoje mesmo a pensar diferente.

Tem sonhos bem definidos?

Quais os sonhos que você estabeleceu para sua vida? Podem ser de curto, médio ou longo prazo, mas é importante que existam, pois são eles que devem motivá-lo a poupar e usar o dinheiro de forma mais organizada e sábia. Estabeleça metas e prioridades.

Foi pensando neste cenário que os americanos desenvolveram uma formula de bolso para ajudar quem precisa se organizar financeiramente. A regra financeira e que tem transformado a vida de muitas pessoas se chama “50/20/30”.

Mas como essa regra funciona?

Essa regra é muito prática, pois divide o orçamento mensal de uma pessoa em apenas três grandes áreas: despesas fixas, objetivos financeiros e lazer. Dessa forma é possível ter um controle e planejamento financeiro mais fácil e pratico.

A técnica sugere que 50% da renda mensal de uma pessoa seja destinada para pagar despesas fixas, aquelas essenciais para que se mantenha (o aluguel, o condomínio, a conta de luz ou de telefone, a prestação do carro, a mensalidade da escola, as assinaturas de serviços, etc). Essa parcela do orçamento é a mais previsível, afinal, são despesas que não sofrem grandes variações de preço de um mês para o outro.

Os outros 20% indicam que uma pessoa deveria reservar 20% da renda mensal para destinar aos objetivos financeiros, investimentos, reserva financeira. É desta fatia do orçamento que saem os recursos para previdência privada, por exemplo. Ou investimentos realizados para uma aquisição no futuro, como um apartamento por exemplo.

Os 30% finais devem ser destinados aos gastos variáveis e lazer. Esta é a parte mais prazerosa do orçamento: jantares fora de casa, cinema, viagens, hobbies, roupas novas, compras, etc. O ponto que merece destaque é que este grupo não é o mais restrito, já que correspondem a quase um terço da renda mensal de uma pessoa. Dessa forma, ter a consciência que 30% da renda mensal está sendo destinada ao lazer, faz com que a mentalidade financeira não seja tão restritiva.

É de grande importância que seja feito o levantamento dos gastos mensais, pois será muito mais fácil subdividir nos três grupos da regra financeira. Caso os gastos extrapolem seus percentuais sugeridos, é interessante rever cada gasto, sua importância e utilidade, cortando os gastos supérfluos a fim de manter o equilíbrio e saúde financeira. Todo inicio de uma readequação não é fácil, em alguns casos é desgastante e incomodo, ainda mais por se tratar do dinheiro próprio. Mas é importante que tenha a visão não só do presente, mas também a médio e longo prazo e que uma pequena redução de custo ou um investimento feito hoje poderá impactar significativamente na sua aposentadoria, por exemplo.

Para te ajudar nesse processo de educação financeira, seguem algumas dicas que farão total diferença:

Compare os preços antes de comprar produtos

Hoje em dia é muito fácil comparar os preços dos produtos, principalmente porque hoje temos a internet para nos ajudar. Sempre verifique o preço do produto em outras lojas antes de comprá-lo. Pode parecer pouco, mas se você conseguir economizar de 10 a 20% nas compras que faz (algo que não é nada impossível), você terá de 10 a 20% a mais no final do ano. Mais um motivo para destruir o mito de que você não consegue poupar.

Pague à vista quando tiver desconto

Pagar à vista sempre e principalmente quando tiver desconto sempre é mais vantajoso, porque é uma forma de você comprar o produto a um preço mais barato. Além disso, não haverá parcelas nos próximos meses, o que ajuda você a não se endividar pelo acúmulo de prestações.

Viva de acordo com a sua condição financeira

A maior parte dos brasileiros gosta de viver o momento presente. Muitas pessoas querem distância da palavra economizar e amam ir ao shopping fazer compras, preferem viver de aparências, mesmo que elas não sejam sustentáveis no longo prazo. Pense nisso: qual o percentual da sua renda que você gasta com seu carro e com outros bens? Uma coisa é um multimilionário ter um carro extremamente caro (que corresponde a menos de 1% do dinheiro dele), outra coisa é uma pessoa que compra um carro que não consegue bancar, porque só o carro consome 50% do salário dessa pessoa.

A mensagem essencial é: viva de acordo com o seu padrão de renda e lembre-se que os juros compostos a seu favor são excelentes, mas contra são extremamente danosos. Portanto, evite se endividar a qualquer custo!

Busque informações sobre investimentos

Quanto mais cedo você começar a ler sobre investimentos, mais rápido poderá pôr em prática o que está aprendendo. O tempo que você investe é algo que influencia fortemente no seu resultado. Alguém que começa a investir 10 anos antes de outra pessoa está muito na frente, porque potencializou os juros compostos. Além disso, ao estudar sobre investimentos, você poderá entender melhor sobre onde deve colocar seu dinheiro e onde obterá melhores resultados.

A ordem do “orçamento 50/20/30” diz muito sobre o que deve ser considerado mais ou menos importante. Ao aplicar esta simples regra de destinação dos recursos você estará programando o seu orçamento para abrigar todas as suas contas mensais e iniciar com segurança no mundo dos investimentos. Cabe destacar que esta regra serve apenas como uma referência inicial e pode ser adaptada para cada perfil de pessoa.

O importante é, como sempre, a conscientização da destinação de seus recursos, fazendo com que o planejamento financeiro lhe traga bons frutos no longo prazo.


Hercules Pires

Hercules Tadeu Pires é administrador, especialista em gestão de negócios e marcas pessoais, empresário, palestrante e apaixonado por empreender. Fascinado por histórias e compartilhar ideias, fundou a Faros Business em 2014 e, desde estão, transforma conhecimento em cases de sucesso. Amante da arte, cultura e de vinhos. Busca inspirações ao redor para suas criações, que é um hobby. Entende que seu propósito de vida é extrair sorrisos sinceros e o melhor das pessoas em busca de evolução, sucesso e bem estar.

, , , ,