A casa em 2021: conheça os ambientes e os recursos de arquitetura que são as apostas do ano

O arquiteto Bruno Moraes, com ampla experiência em obras residenciais, sobretudo no período de pandemia, conta o que as pessoas vêm buscando para melhorar a casa

Da Redação | outrosquinhentos.com

2021, finalmente, chegou! Muita gente vai aproveitar o início de ano para transformar o visual da casa e deixar o seu cantinho ainda mais confortável. Em 2020, a maneira como as pessoas se relacionaram com o lar mudou completamente, fato que também ocorrerá no ano que começa agora.

Alguns tipos de melhorias e ambientes específicos passaram a ser mais solicitados pelos clientes. Por isso, o arquiteto Bruno Moraes, do escritório Bruno Moraes Arquitetura, que viveu toda essa experiência em seus projetos, indica agora o que continuará em alta nos próximos meses.

Muito solicitado nos novos projetos, o home office pode estar integrado com os demais espaços de forma inteligente | Projeto Bruno Moraes e Foto Luis Gomes 

Projetos com conceito aberto contribuem para uma boa relação entre os familiares no dia a dia, em que todos podem participar da rotina um do outro Projeto Bruno Moraes e Foto Luis Gomes 

Integração e Interação

Muito antes de 2020, a integração de ambientes e o conceito aberto sempre estiveram presentes em boa parte dos projetos do escritório Bruno Moraes Arquitetura. Porém, com a chegada de tempos de isolamento social, a busca por esse tipo de layout cresceu ainda mais.

“É uma maneira encontrada para que os familiares tenham mais contato e interação no dia a dia, principalmente neste período em que estamos precisando tanto de cuidado e carinho. Enquanto a mãe trabalha, ela pode ver o filho fazendo a lição e curtir o marido preparando o almoço, por exemplo”, afirma o profissional. Para isso, a quebra de paredes (quando possível), assim como as adaptações nos móveis e na decoração são essenciais para criar uma atmosfera de união.

Outro exemplo de ambiente integrado. Destaque para a estante de vergalhão, em que há a possibilidade de criar prateleiras, nichos ou módulos fechados de acordo com o desejo do morador Projeto Bruno Moraes e Foto Luis Gomes 

Home Office

Com toda certeza, um dos ambientes mais pedidos no ano passado foi o home office, afinal as pessoas migraram para o trabalho remoto de surpresa (mesmo sem ter a estrutura adequada). Por isso, nada melhor que montar um espaço pensado para este fim, com mesa e cadeiras de altura corretas e ergonômicas, além da questão da real separação das atividades, ou seja, a mesa de jantar não pode ser a mesma de trabalho, e vice-versa.

“Mesmo em imóveis pequenos, há a possibilidade criar áreas de trabalho de forma criativa e prática. Também é possível integrá-las com os demais ambientes de forma inteligente e discreta”, afirma Bruno.

Este home office foi feito onde ficava um antigo quarto. O painel vazado de madeira cria uma suave barreira para o living, que oferece privacidade sem prejudicar a luminosidade Projeto Bruno Moraes e Fotos Luis Gomes 

Cantinho de Estudos e de Brincar

As crianças e os adolescentes também sofreram mudanças em sua rotina em 2020. Dessa forma, investir em um cantinho especial para os estudos, aulas online e os momentos de brincadeiras também é uma boa pedida para o bem estar deles.

A indicação é que este espaço seja preferencialmente integrado aos demais ambientes da casa, ou que seja bem próximo do local onde os pais costumam ficar, para que haja interação entre eles sempre.

Três em um: o quarto se transformou em brinquedoteca e local de estudos por meio da marcenaria inteligente, que esconde a cama quando é preciso Projeto Bruno Moraes e Fotos Luis Gomes 

Espaço multiuso

Tanto como solução ao home office, como para uma área de estudos ou de brincar, como os citados acima, criar um cômodo versátil é uma boa ideia principalmente para quem tem apartamento pequeno. Nesse caso é possível incluir portas de correr para a privacidade, uma decoração neutra para reuniões e aulas online, além de soluções em marcenaria como mesas dobráveis ou móveis de dupla função, para que o espaço possa se transformar de acordo com a necessidade.

“Eu indico aos meus clientes a criação de um ambiente para múltiplas atividades, de forma que não fique engessado, nem destinado a um único fim. Dessa forma, os moradores da casa podem se alternar nesse cômodo sempre que necessitarem de silêncio e concentração, para uma reunião virtual ou uma prova, sem incomodar quem estiver vendo a TV ou curtindo uma música, por exemplo”, aconselha Bruno.

A sala de TV foi adaptada e se tornou um cantinho para o home office e reuniões | Projeto Bruno Moraes e Foto Luis Gomes 

Varanda e Espaço Gourmet

A varanda, que já era um dos ambientes preferidos antes da Pandemia, passou a ser ainda mais amada pelas pessoas. “Cresceu muito a procura por varandas maiores, ou alternativas que possam aproveitar o máximo a sua metragem. Isso se explica porque as pessoas sentiram falta de espaços abertos, sentir a brisa no rosto e o contato com o movimento da rua. Então, muita gente passou a fazer mais atividades nas varandas e áreas gourmets, como assistir uma série, fazer exercícios, ler um livro, cozinhar, ou mesmo criar uma hortinha”, conta o profissional.

A varanda, mesmo com metragem reduzida, recebeu área gourmet, churrasqueira elétrica, decoração moderna e uma charmosa poltrona em madeira fixada por corda Projeto Bruno Moraes e Foto Luis Gomes 

Onde colocar os sapatos?

Em 2020, Bruno revela um pedido que foi unanimidade em seus projetos durante o período de quarentena: um cantinho ou móvel específico colocar sapatos logo na entrada de casa. Quem tem mais espaço costuma solicitar um hall com essa função, mas mesmo para quem não tem, ele indica soluções interessantes feitas a partir da marcenaria como pequenas sapateiras ou nichos para a entrada do lar. “Dessa forma evitamos o problema comum nos prédios hoje, que é quando os moradores deixam vários sapatos na entrada de seu apartamento e podem até atrapalhar a circulação das demais pessoas do andar. Uma solução prática, segura e higiênica”, afirma o arquiteto.

Exemplos de sapateiras localizadas na entrada de casa Projeto Bruno Moraes e Fotos Divulgação

Lavabo perto da entrada

Outra preocupação de todos, logo que chegam em casa, é a realização da higienização correta, especialmente com a lavagem das mãos, a retirada da máscara, ou a limpeza dos sapatos (antes de tomar banho ou trocar de roupa). Para isso, o lavabo, antes usado apenas para receber visitas, agora ganhou nova função: a de auxiliar na limpeza inicial para quem chega da rua.

“Quanto mais próximo o lavabo for da entrada de casa, melhor! Nos novos projetos, no momento da apresentação das ideias, eu estou orientando meus clientes nesse sentido, para a criação deste cômodo em um local fácil”, diz Bruno.

O lavabo próximo da entrada de casa é uma excelente ideia para a higiene após o retorno das atividades na rua Projeto Bruno Moraes e Foto Luis Gomes 

, , , ,