Saúde Preventiva

Além da aparência: Como a higiene bucal afeta seu sorriso

Afinal, manter o hálito puro e a boca limpa previne danos irreversíveis, como a perda dentária

Além de abrir portas, o sorriso tem benefícios surpreendentes para a saúde e bem-estar

Na primeira sexta feira de outubro, comemora-se o Dia Mundial do Sorriso, data instituída para lembrarmos de uma atitude simples que abre portas e é considerada o maior gesto de empatia da vida em sociedade.

E sorrir ainda tem outras vantagens: torna a pessoa mais atraente e aberta a relacionamentos, reduz o estresse e a pressão arterial e aumenta a longevidade.

Então, com tantos benefícios, deu para ver que vale muito a pena aderir ao hábito de distender os lábios e mostrar os dentes, não é? Mas para o seu sorriso estar sempre em dia, nada melhor do que caprichar na higiene bucal. Afinal, manter o hálito puro e a boca limpa previne danos irreversíveis, como a perda dentária, mal que é inimigo número um do sorriso bonito.

Para ajudar você a acertar na higiene oral, a cirurgiã-dentista Bruna Ghiraldini, coordenadora de pesquisa e desenvolvimento da S.I.N. Implant System, tira algumas das principais dúvidas sobre o assunto.

➡️ Leia também: Endometriose: Ômega-3 pode abrir caminhos para melhores tratamentos

Escovar os dentes três vezes ao dia é o suficiente para um bom sorriso

Escovar os dentes três vezes por dia é uma meta interessante, dada a rotina atribulada da maioria das pessoas. Normalmente, a recomendação ideal é que se realize a higiene bucal vinte minutos após cada refeição, inclusive depois de pequenos lanches. O intervalo de vinte minutos é ideal porque este é o tempo necessário para que o ph da boca se estabilize para uma higienização eficiente.

Fio dental antes da escovação

O fio dental deve ser passado antes da escovação por dois motivos. Primeiro porque ele vai promover a limpeza nas faces entre os dentes, que é uma região onde a escova não alcança. O fio dental pode espalhar os resíduos que estão entre os dentes para as faces lisas.  E nesse caso, quando a escova entrar em ação, a limpeza acontece totalmente. O outro motivo pelo qual se recomenda passar o fio dental antes da escova é estratégico e tem relação à maior adesão das pessoas ao hábito de escovar os dentes se comparado a usar o fio dental. Sabe-se que é quase impossível deixar de escovar os dentes, após passar o fio dental. Muita gente deixa de passar o fio quando escova os dentes. E, com isso, essas pessoas acabam ignorando o uso do fio dental. Elas se esquecem de que é apenas com ele que a limpeza dos dentes é feita de forma completa e eficaz. Isso porque o fio dental alcança espaços onde a escova não chega. Fio dental antes e escova, logo após, é a dobradinha perfeita!

É preciso passar fio dental todos os dias

Lembre-se que o dente tem quatro faces. A escova só alcança as faces lisas dos dentes, que são duas faces e já o fio dental atinge também as faces entre os dentes. O fio dental, então, participa de 50% da limpeza bucal, por isso que ele é tão importante e recomendado diariamente.

A gengivite tem a ver com a falta de cuidados com os dentes

A gengivite é uma inflamação da gengiva, ocasionada pelo acúmulo de placa bacteriana, que afeta os tecidos de proteção da boca, causando sangramento. A origem da gengivite pode estar ligada ao mau uso do fio dental ou pela má escovação ou, ainda, pela baixa frequência no consultório do dentista. A ação mecânica da escova e do fio dental, junto com hábitos saudáveis, evitam a gengivite. Já, aqueles que negligenciam o uso do fio dental, normalmente, têm um acúmulo da placa bacteriana entre os dentes e isso acaba levando, sim, à gengivite. A boa notícia é que, a partir do momento em que a higiene e a saúde bucal se restabelece, a gengivite é uma doença totalmente reversível.

A gengivite pode evoluir para a perda dos dentes

Quando a gengivite não é tratada, ela pode evoluir para uma periodontite e, aí sim, o problema se torna irreversível, podendo até causar a perda dentária. Portanto, é preciso uma correta higienização, com a dupla escova e fio dental, além de visitas regulares ao consultório do dentista. O ideal é voltar no dentista a cada seis meses. Porém, quando existe alguma predisposição para a gengivite, as visitas devem ser mais frequentes.

A gengivite causa mau hálito

O mau hálito pode ser causado pela gengivite porque está muito relacionado à má higienização e ao aumento da placa bacteriana. Esses problemas geram o cheiro ruim na boca, pois estão relacionados a uma colônia de bactérias superior à que devemos ter na cavidade bucal. Nesse caso, há um alto potencial de doenças e, ainda, a liberação de toxinas que caracteriza a halitose.

Enxaguantes bucais apenas conferem um hálito fresco, mas não limpam de fato a boca

Os enxaguantes bucais convencionais têm um potencial químico de matar as bactérias muito baixo, exceto alguns específicos, à base de clorexidina – indicados para infecções agudas ou pós-operatórios. É importante saber que os enxaguantes normalmente comercializados no mercado não têm efetividade a ponto de substituir o uso regular da escova e do fio dental. O método mais eficiente para a higienização da boca é a remoção mecânica da placa bacteriana, e não apenas bochechos com enxaguantes bucais.

Enxaguantes bucais com álcool

Os enxaguantes com álcool servem para alguns momentos específicos, mas não para uso diário, regularmente. Fique atento: o uso frequente deste tipo de solução alcóolica para a higiene oral acaba levando a uma descamação celular que deixa a mucosa da boca sensível.   

Sorriso amarelo? Algumas pessoas têm predisposição para cáries

Para alguns indivíduos, a maior incidência de cáries pode estar relacionada a uma condição sistêmica ou a pouca quantidade de produção de saliva. E mais: tendência à mineralização dos dentes e predisposição para se desenvolver colônias de bactérias também causam o problema. Hábitos alimentares ruins, como o alto consumo de açúcar, também entram nesta lista. Tudo isso faz com que algumas pessoas tenham maior tendência para desenvolver as famigeradas cáries. Essas pessoas, evidentemente, devem procurar o dentista regularmente, a fim de minimizar os danos.

➡️ Conheça o instagram do outrosquinhentos.com e fique por dentro de conteúdos exclusivos. Acesse agora mesmo e siga!

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *