Botox: quais são os mitos e verdades em torno do procedimento?

Muito desejado pelos brasileiros, o Botox rejuvenesce e previne o aprofundamento de rugas e linhas de expressão do rosto

por outrosquinhentos.com

Não é novidade para ninguém que o Botox está se popularizando cada vez mais no mundo todo e tem suprido a necessidade das pessoas que desejam ficar mais jovem e com a pele sem marcas de expressão e rugas. Aplicado em doses corretas e sem exageros, o Botox vai rejuvenescer e prevenir o aprofundamento de rugas, como as que se formam na região dos olhos (os famosos “pés de galinha”), as rugas da testa e da glabela (região entre as sobrancelhas).

Embora seja um procedimento muito desejado pelos brasileiros, muitos deles ainda têm dúvidas com relação à segurança e eficácia do tratamento. A biomédica especialista em estética e responsável técnica da Phi Concept, rede especializada em procedimentos estéticos faciais, Andréia Noll, ajuda a esclarecer o que é o Botox e alguns mitos e verdades a respeito de sua aplicação.

O Brasil é o país de grande procura pela aplicação da toxina botulínica, segundo pesquisa da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica, só em 2017 foram feitas quase 400 mil aplicações de toxina no país. Nos Estados Unidos o número de aplicações foi de mais de 1 milhão. Já no mundo durante o ano de 2017 as aplicações de botox somam mais de 5 milhões.

Apesar de ser conhecido por Botox, o verdadeiro nome da substância aplicada na pele é toxina botulínica e o laboratório Allergan, foi o primeiro a produzir a toxina botulínica do tipo A em larga escala para fins estéticos. A substância é uma molécula muito pequena que se liga nas membranas pré-sinápticas e bloqueia a liberação de acetilcolina pelo neurônio muscular.

A acetilcolina é responsável por se ligar em receptores de membranas pós-sinápticas e gerar um impulso nervoso que resulta na contração da musculatura. Ou seja, é por causa dela que as pessoas expressam suas emoções e realizam inúmeros movimentos corporais. A face humana possui uma harmonia entre os mais de 40 músculos que existem nela. Juntos eles agem para formar expressões faciais.

Com o passar dos anos, as linhas que se formam com a ação dos músculos da face, que antes apareciam apenas durante sua movimentação (rugas dinâmicas), passam a marcar a pele, ficando visíveis mesmo com o rosto em repouso (rugas estáticas).

O Botox é indicado para amenizar as rugas e linhas de expressão do rosto. Entre as linhas tratadas, estão: rugas da testa, glabela e rugas que se formam na região dos olhos.

“Procedimentos estéticos faciais semi-invasivos ainda carregam consigo inúmeros mitos como medo da dor, de agulha, ou mesmo o procedimento ser mal feito e com resultado forçado, visto que a aplicação é no rosto e a preocupação de ficar com uma aparência diferente e ser percebida por outras pessoas é grande”, conta Richard Mendonça, CEO da Phi Concept.

A biomédica especialista em estética e responsável técnica da Phi Concept dá algumas orientações importantes sobre a aplicação do Botox.

Aplicação de Botox é dolorida?

Por ser um procedimento rápido, é esperado que a aplicação do Botox seja praticamente indolor, apesar disso a sensibilidade à dor difere entre as pessoas, algumas quase não sentem nada, já outras dizem sentir uma sensação de ardência. Para amenizar a sensação dolorosa, podem ser utilizados alguns anestésicos tópicos minutos antes do procedimento.

É possível ver os resultados logo após a aplicação?

O procedimento ocorre em média em 30 minutos, mas os resultados começam a ser visíveis após no mínimo 72 horas depois da aplicação e o resultado final pode ser visto em 15 dias.

Botox precisa de retoque?

Após o resultado final – que só pode ser visto após 15 dias da aplicação, é necessário que o paciente retorne à clínica para fazer uma nova avaliação e saber se será necessário algum tipo de reforço. De qualquer maneira, o intervalo entre uma aplicação e outra é de no mínimo quatro meses.

Botox é indicado para qualquer idade?

Não existe uma idade mínima para aplicação do Botox. Existe sim, indicação e é mais importante considerar a necessidade da aplicação do Botox do que a idade da pessoa, por exemplo: a pessoa é jovem e já conta com algumas marcações que são incomodas para ela, neste caso pode ser iniciada a aplicação do Botox.

Botox e preenchimento facial são as mesmas coisas?

Não, eles são procedimentos completamente diferentes. O Botox tem a função de relaxar a musculatura e amenizar as rugas, já o preenchimento facial utiliza o ácido hialurônico, que pode ser aplicado para dar volume em regiões que já perderam, como a região malar (toda a parte superior da maçã do rosto), ou então linhas de expressão muito profundas, como o sulco nasogeniano (famoso bigode chinês) ou regiões que a pessoa gostaria de ter mais volume, como nos lábios.

O Botox pode ser aplicado de maneira preventiva?

Sim, ele pode ser aplicado de maneira preventiva, quando ainda não há formações de rugas ou de maneira reparadora, cuja aplicação ameniza as rugas já existentes.

É possível retirar o Botox da pele?

Depois de aplicado na pele não é possível retirar o Botox. O Botox é um tipo de bloqueador neuromuscular que impede que os músculos recebam estímulos nervosos, pois bloqueia a liberação de acetilcolina pelo neurônio muscular, impossibilitando que a região se contraia e evitando o aparecimento de marcas e linhas de expressão. Essa inibição é temporária devido à capacidade do organismo de desenvolver outras vias para a transmissão desses estímulos, portanto não é possível retirá-lo.

Botox dura a vida toda?

O efeito da aplicação do Botox dura em média quatro meses e esse efeito começa a diminuir gradativamente até acabar totalmente, quando ele pode ser novamente aplicado. O intervalo entre uma aplicação e outra é de no mínimo quatro meses. Vale lembrar que a durabilidade da toxina é muito individual. Duas pessoas podem aplicar a mesma marca de toxina e terem resultados e tempo de duração completamente diferentes, diversos fatores influenciam, entre eles força de expressão, atividade física, exposição solar, rotina e a utilização de medicamentos.

Por que muitos Botox não dão certo?

A aplicação de Botox deve ser feita por profissionais capacitados e autorizados a executar o procedimento, pois é muito segura quando realizada por pessoas especializadas. Além disso, é importante que o cliente pergunte qual marca de toxina botulínica está sendo utilizada. Muitas vezes as pessoas comparam o resultado de uma clínica para outra sem saber necessariamente qual marca utilizaram.

Ao colocar Botox rosto fica com aspecto muito artificial e esticado?

Quando o Botox  tinha recém entrado na vida dos injetores, realmente, os resultados eram mais artificiais. Hoje em dia, existem inúmeras técnicas de aplicação, e a tendência é preservar a naturalidade da face humana.

É possível aplicar Botox em qualquer região do rosto?

Aplicado em doses corretas e sem exageros, o Botox vai rejuvenescer e prevenir o aprofundamento de rugas, como os pés de galinha, as rugas da testa e da glabela. Existem pontos que não são tão comuns, mas muito interessantes, como por exemplo, no pescoço para impedir o envelhecimento dessa região, assim como pontos para tratar bruxismo e sorriso gengival (que mostra excessivamente as gengivas). Com a aplicação do Botox é possível também suspender delicadamente a cauda da sobrancelha, enfraquecer a musculatura entre elas (que deixam com aspecto de “bravo”).

Quais os cuidados que a pessoa deve ter depois da aplicação?

Alguns cuidados devem ser tomados para que o local em que foi aplicado o Botox não seja prejudicado.  São eles:  não massagear a região, não realizar atividade física no dia em que o procedimento foi feito, não se expor ao Sol e não deitar por quatro horas após a aplicação do Botox.

Só quem tem boas condições financeiras pode aplicar Botox?

O mercado oferece atualmente opções de aplicação de Botox à diversos preços, visando democratizar ainda mais esse tipo de procedimento.

, , , , , , ,