Cássia Kis volta em cartaz com peça inspirada na prosa poética de Manoel de Barros

Com leveza e humor, a atriz cria um ambiente íntimo com a plateia ao interpretar três fases da vida do autor conhecido como “o poeta das infâncias”

Da Redação | outrosquinhentos.com | São Paulo | Fotos de capa e redes sociais: Gal Opido, Ronaldo Gutierrez e Nicolas Caratori
20/02/2022 11h58

Personificando o poeta Manoel de Barros (1916-2014), a atriz Cássia Kis volta em cartaz com o espetáculo Meu Quintal é Maior do que o Mundo, em temporada de 4 a 27 de março, com sessões de sexta a domingo, no Teatro Vivo.

O espetáculo é formado por textos do livro Memórias Inventadas, primeiro livro de prosa do autor, publicado em 2005. Com uma linguagem simples, coloquial e poética, Manoel de Barros escreveu sobre temas como o cotidiano e a natureza. Ulysses Cruz, parceiro de trabalho de Cássia há 40 anos e com quem ela divide a dramaturgia, dirige a montagem e assina a criação do cenário e figurinos. Gilberto Rodrigues é responsável pela direção e criação musical, e ao vivo, executa a trilha sonora que costura a encenação.

Cássia estabelece cumplicidade com a plateia ao interpretar quatro diferentes personagens: um menino com 5 anos, um jovem de 15, um homem de 40 e um idoso de 85. A atriz abre a cena revelando as fontes de inspiração do poeta: a criança, o passarinho e o andarilho. Ao pisar no tapete no centro do palco e com um livro em mãos, a atriz evoca o universo poético do cerrado brasileiro, tão bem descrito pelo poeta. “A peça pede que o espectador ouça as frases bem construídas, a forma como ele dizia essas palavras, as dores que estavam ali escondidas. Manoel era como um andarilho que inventava caminhos,” descreve Cássia.

A sacada de Ulysses ao ler Memórias Inventadas foi perceber que todos os textos continham um enredo. “Entendi que não dava para fazer o livro todo pela quantidade de textos e o risco da fragmentação em pequenas histórias, que geraria dificuldade de compreensão”.

Ulysses organizou 18 textos numa estrutura que permite ao público entender quais são as fontes do poeta por meio de uma divisão em blocos. O primeiro bloco reúne as descrições do cenário que Manoel de Barros faz de seu mundo: o quintal, simbolizado pelo tapete. O segundo bloco mostra quem é a pessoa que descreve tais cenários, ou seja, o menino, o homem ou o velho Manoel de Barros. Finalmente, os escritos trazem os objetos de inspiração do poeta. Ulysses também se colocou no lugar do público e gostaria que ele sentisse “a alegria de ouvir textos tocantes, surpreendentes, lindos, felizes, angustiados, dramáticos, engraçados e bem-humorados”.

Conhecedora da obra do poeta, Cássia Kis é uma excelente leitora do escritor mato-grossense. Após descobrir sua poesia em 1980, estabeleceu uma relação não só com a obra do autor, mas com o próprio Manoel, com quem se correspondia e de quem se tornou amiga.

O espetáculo estreou em janeiro de 2019, marcando a volta da atriz aos palcos depois de 10 anos (sua última peça foi O Zoológico de Vidro, de 2009).

Meu Quintal é Maior do que o Mundo

Temporada: De 4 a 27 de março de 2022 – Sextas-feiras às 20h, sábados às 21h e domingos às 18h no Teatro Vivo (Avenida Doutor Chucri Zaidan, 2460 – Morumbi).

Ingressos: R$ 60,00 (inteira) R$ 30,00 (meia).

Classificação etária: Livre.

Gênero: Prosa Poética.

Quer ficar por dentro de tudo o que fazemos e receber nossas novidades primeiro? Faça parte do grupo OutrosQuinhentos no Whatsapp! É fácil, é rápido e é grátis! Envie QUERO para o nosso whatsapp (12) 99190 6677 ou clique aqui e entre direto no grupo.



, , ,