Cinco motivos para realizar o recall do seu carro quando necessário

Seja para se locomover no trabalho ou para facilitar em viagens, o carro é um objeto de desejo de grande parte dos brasileiros

Da Redação, com contribuição de Vinicius Melo*

Adquirir um é garantir a autonomia na questão de mobilidade urbana. Entretanto, a posse de um veículo também incide em diversas responsabilidades, como a manutenção adequada, responsabilidade no trânsito e também à necessidade de recall. A palavra inglesa remete a um procedimento em que a própria montadora reconhece um defeito de fabricação e faz a troca da peça danificada. Mesmo assim, poucos brasileiros sabem sobre esse serviço e muitos nem desconfiam de que o próprio automóvel que possuem pode estar com esse chamado em aberto. Confira cinco motivos para atender ao recall quando for solicitado:

1 – Segurança no trânsito

Um carro em circulação que tenha defeito de fábrica é praticamente uma bomba-relógio que pode trazer graves consequências. Quando menos se espera, o problema pode colocar em risco a segurança do dono do veículo, dos passageiros e de todos aqueles que estejam próximos em ruas e rodovias pelo Brasil afora. O recall é um procedimento em que a própria montadora identifica a necessidade de um reparo em seus automóveis, evitando que uma tragédia possa acontecer.

2 – Preservação do patrimônio

No Brasil, carro é uma propriedade que demanda um investimento considerável por parte da pessoa. Mesmo sendo um bem com taxas de desvalorização, é comum o motorista ficar anos com o mesmo veículo. Como o recall é um defeito de fabricação em que o conserto é feito pela própria fabricante, é uma estratégia para evitar a desvalorização do automóvel e, evidentemente, deixá-lo com a manutenção em dia.

3 – É um direito gratuito dos motoristas

O recall é praticamente um reconhecimento das montadoras de que o carro foi produzido com um defeito que pode trazer graves consequências. Assim, por não ser um problema decorrente do uso ou da idade, é um direito garantido por lei no Brasil e o procedimento é totalmente gratuito. O único dever do proprietário é levar seu veículo para que a correção seja feita.

4 – Desenvolva o hábito de manutenção do veículo

O recall pode ser o ponto de partida para que o motorista brasileiro desenvolva o hábito de cuidar do seu automóvel. Tão importante quanto atender um chamado da montadora, é realizar as revisões nos prazos corretos. As consequências são as mesmas. As pessoas precisam entender a importância de levar o veículo à oficina no momento certo e seguir o manual do fabricante, ao invés de se preocupar apenas quando o problema já aconteceu, muitas vezes no meio da rua.

5 – Envolva-se com o setor e contribua para um trânsito melhor

Infelizmente o brasileiro ainda não percebeu que possui coparticipação no trânsito das ruas e rodovias do país. Muitos desconhecem que o carro precisa passar por recall, outros justificam a falta de tempo e alguns culpam até os vendedores das concessionárias por não terem informado antes, desconhecendo que o recall pode ser realizado bem depois disso. O fato é que é dever do motorista saber as condições de seu carro e cuidar para que ele não traga problemas no futuro. O recall é a possibilidade para se informar mais e realizar os ajustes necessários para garantir a melhor experiência possível para todos.

* Vinicius Melo é CEO do Papa Recall – Aplicativo que avisa o motorista se o automóvel cadastrado teve algum chamado da fabricante para conserto ou troca de peças.

, , , , ,