Circulando por Marilda Serrano: “Água Mole em Pedra Dura”

O público do Rio de Janeiro foi contemplado, no mês de dezembro, com espetáculos de dança inéditos através do Prêmio Funarj de Dança 2022

por Marilda Serrano | outrosqiunhentos.com | São José dos Campos
02/01/2022 19h43

“Água Mole em Pedra Dura”,“Chico, Canto e Corpo” e “Dança Frágil” são três dos doze projetos inéditos e originais de Dança selecionados e premiados no concurso. As apresentações aconteceram nos Teatros João Caetano e Armando Gonzaga, nos dias 3/12, 8/12, 10/12, 13/12, 14/12 e 20/12.

“Água Mole em Pedra Dura” tem a proposta de criar diálogos poéticos sobre a cena preta como lugar de resistência com gestos e danças e terá em cena 6 artistas, todos(as) bailarinos(as) cariocas pretos(as). “Chico, Canto e Corpo” trará à cena algumas das eternas canções do cantor, compositor, dramaturgo e escritor Chico Buarque de Hollanda em uma respiração própria: o corpo e a dança.

“Dança Frágil”, a mais nova obra da Companhia Híbrida, propõe o público a pensar sobre temas como moda e descartabilidade e questiona os caminhos de criação e transmissão de dança no mundo de hoje.

Quer ficar por dentro de tudo o que fazemos e receber nossas novidades primeiro? Faça parte da lista de Assinantes OutrosQuinhentos! É fácil, é rápido e é grátis! Clique aqui e se informe com as boas notícias e o que há de mais importante em São José dos Campos e Vale do Paraíba!


, , ,