Conheça cinco maneiras de ensinar inglês para as crianças

Até os 17 anos, o cérebro está em formação e, a partir dessa idade, torna-se mais complexo o processo de proficiência em um novo idioma

por Márcio Cafezeiro, para outrosquinhentos.com*

Existem muitas teorias sobre a melhor idade para se aprender inglês. Brasileiros com condições financeiras de colocar os filhos em escolas bilíngues o fazem desde o berçário, para que a criança tenha contato com o idioma desde sempre. Quem não tem essa possibilidade, acha importante que existam aulas de inglês nos primeiros anos do maternal e aqueles que são fluentes procuram falar, em casa, para que a criança se familiarize com as palavras e encare o processo de aprendizagem de forma o mais natural possível.

Estudiosos enfatizam que quanto mais cedo a criança tiver contato com o idioma, mais rápido será para elas assimilarem e dominarem um novo idioma. Crianças pequenas, até serem alfabetizadas, aprendem pela repetição – e é estimulando a memória, com jogos e brincadeiras, que elas terão mais sucesso e vontade de aprender. Por isso, nessa fase, vale apostar em métodos que soem o mais natural e lúdico possível. A partir da alfabetização, elas podem ser estimuladas também a ler em inglês, com estratégias mais estruturadas.

O Massachusetts Institute of Technology (MIT) divulgou um estudo que aponta que a idade ideal para o aprendizado de uma segunda língua é aos dez anos. Segundo o levantamento, até os 17 anos, o cérebro está em formação e, a partir dessa idade, torna-se mais complexo o processo de proficiência em um novo idioma. Portanto, da infância à adolescência, aprende-se muito melhor.

Mas, como ensinar as crianças? Existe alguma forma de estimulá-las a aprender inglês?

Eu mapeei cinco maneiras de ensinar inglês às crianças que todas as pessoas podem utilizar – mesmo aquelas que não falam o idioma fluentemente. Veja:

  • Desenhos animados em Inglês – Assim como livros ilustrados e gibis, os desenhos animados podem ser fundamentais na assimilação de novas palavras em Inglês pela criança. Como nos materiais escritos, em produções audiovisuais a atenção do seu filho estará totalmente captada, pois naturalmente a criança estará prestando atenção ao que se passa no desenho para poder compreender. Há canais do YouTube ricos em conteúdo infantil e que estimulam o aprendizado da criança, no qual você pode estar deixando seu filho assistir alguns minutos por dia.

  • Por meio de jogos – Jogos são responsáveis por estimular o entretenimento e a concentração das pessoas, o que acaba gerando uma boa oportunidade para as crianças aprenderem Inglês por meio da diversão. Com os desafios e tentando compreender melhor as orientações dos “games”, elas tentarão interpretar corretamente os termos, estimulando o aprendizado rápido e eficaz. O PlayKids App é uma plataforma que pode ser uma enorme aliada nesse processo de aprendizagem da criança. Nela, você terá a oportunidade de encontrar diversos jogos e livros digitais em Inglês, para que assim seu filho possa aprender brincando. O app está disponível para Android e IOS.

  • Leitura – Uma das etapas mais importantes no momento em que se está aprendendo um novo idioma é a leitura. Por meio dela, nós conseguimos assimilar melhor as situações do cotidiano e passamos a entender os mais diversos contextos. Portanto, é de extrema importância que você estimule seu filho a ler gibis ou livros infantis ilustrados em Inglês. De início, a criança pode até não compreender tudo o que está escrito, mas ela começará a fazer as conexões entre o desenho e as falas. Assim, estará se habituando com a nova língua e desenvolvendo, cada vez mais, a compreensão textual.

  • Curso de inglês – A partir dos dez anos de idade, o aprendizado da criança se dá de maneira bastante eficiente. Além do mais, por ser um período da vida onde a criança tem bastante tempo disponível, é ótimo ela estar inserida em um contexto de um novo idioma. Porém, tenha em mente que o curso precisa ser o mais personalizado possível, levando em conta as necessidades de ensino de seu filho, o contexto de sua família e as aptidões naturais dele. Muitas pessoas dizem odiar o Inglês por terem experiências negativas com turmas enormes, escolas de ensino tradicional, metodologia tradicional e que não avança.

  • Seja presente durante o processo de aprendizagem – Nada gera mais conexão com uma criança do que quando você, responsável por ela, se faz presente durante a jornada de aprendizagem. Por meio do estímulo de um responsável, ela se sentirá mais importante e encorajada durante o processo educativo. Esteja presente para ajudar em dúvidas pontuais sobre palavras, expressões e lições de casa, além de motivá-la em seu sucesso. Além de fortalecer a conexão com a criança, isso a incentivará a continuar aprendendo mais e mais.

*este conteúdo é uma contribuição de Márcio Cafezeiro, diretor pedagógico da IP School – Inglês Particular. Autodidata, aprendeu inglês ainda criança, assistindo a filmes e desenhos animados insistentemente. Hoje, possui as certificações Toeic, Toefl e Cambridge, as mais conceituadas do mundo.

, , , , , , , ,