Conscientização: Aplicativo para comunidade autista facilita contato com grupos de apoio

O app Rede Azul está presente em 19 estados brasileiros como uma plataforma colaborativa para indicação de locais e serviços

por outrosquinhentos.com

Presente em 19 estados brasileiros, o aplicativo Rede Azul lança um recurso que pretende ajudar famílias da comunidade autista que buscam suporte e troca de experiências: a seção Grupo de Apoio. Além disso, o app – idealizado por Elaine Marques, mãe de uma garota com TEA (Transtorno do Espectro Autista) que mora em Indaiatuba (SP) – incluiu em sua interface o filtro de conteúdo por estados, facilitando a busca pelas indicações de profissionais, serviços e oportunidades.

A ideia da categoria Grupo de Apoio é facilitar a procura das famílias de pessoas com TEA (Transtorno do Espectro Autista) pelos grupos que podem acolhê-las em todo país. “Nós já queríamos incluir este recurso no aplicativo, mas também recebemos vários pedidos de usuários sobre esse assunto. Ao disponibilizar esse espaço para indicações de grupos de apoio, outras famílias serão beneficiadas e poderão achar auxílio com pessoas de vivências parecidas. Uma família apoia a outra e, no fim, acaba sendo uma terapia em grupo, que dá forças e caminhos para continuar”, explica Elaine Marques, CEO do Rede Azul.

Como a proposta é ser um app colaborativo, todo seu funcionamento é focado no compartilhamento de experiências. Então, usuários podem deixar suas indicações de locais ou serviços amigáveis para pessoas com TEA – que dentro do app recebem o nome de Pontos Azuis – para que outros possam consultar, vivenciar e avaliar. Com todas essas informações, o aplicativo calcula uma média das notas para cada indicação.

Para as pessoas que têm dúvidas sobre o app ou querem aprender a utilizá-lo, uma série de vídeos será publicada em breve no Instagram oficial do Rede Azul. O conteúdo é elaborado em parceria com alunos do curso de Jornalismo da Universidade São Judas Tadeu, unidade Paulista.

HISTÓRIA

Com 1,5 mil usuários ativos em pouco mais de três meses de existência, o Rede Azul teve início na mente da mãe de uma adolescente com Síndrome de Asperger, Elaine Marques, que constantemente buscava soluções para facilitar a vida da filha, Alícia Nicol Marques. Desde o diagnóstico do TEA, a família de Alícia enfrenta dificuldades na busca de tratamentos, medicamentos e ensino adequado. Pensando que, assim como eles, outras pessoas poderiam passar pelos mesmos problemas, Elaine Marques começou a elaborar o aplicativo.

O app foi lançado em dezembro de 2019 na Google Play em distribuição gradual, começando por municípios da Região Metropolitana de Campinas (RMC). Atualmente, está disponível para todo o país e contém indicações em 18 categorias, entre elas, escolas, terapias, estética, igreja, esportes, turismo e Famílias do TEA – seção que pretende criar uma rede de apoio entre familiares que, muitas vezes, precisam trabalhar em casa, a fim de cuidar de pessoas com TEA. Em breve também será lançada a versão para iOS. (Iphone).

FINANCIAMENTO

Para que Elaine siga investindo constantemente no aplicativo, que exige manutenção e melhorias contínuas, foram lançadas camisetas oficiais do Rede Azul. Elas estão disponíveis no Mercado Livre, neste link, em vários tamanhos e formatos.

TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA

A estimativa é de que existam 2 milhões de pessoas com algum nível do TEA no Brasil. O índice é estimado porque ainda não existem dados oficiais sobre a comunidade no país. Contudo, isso irá mudar. Em julho de 2019, foi sancionada a Lei nº 13.861/2019 que solicita a inclusão de informações sobre pessoas com TEA nas pesquisas do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Vale lembrar que, devido a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o IBGE adiou o Censo Demográfico, entre outras pesquisas, para 2021. O instituto está buscando alternativas para realizar a coleta de dados sem necessidade de visitas a domicílios, conforme publicado aqui.

DESENVOLVIMENTO

O Rede Azul tem apoio da Agência Blues Propaganda que criou toda identidade visual do aplicativo e assessoria jurídica da Law.Sa Advocacia e é desenvolvido pela agência Firefish, com apoio de um investidor-anjo.

VÍDEOS

Como funciona o Rede Azul
Como surgiu o Rede Azul

INFORMAÇÕES

Aplicativo Rede Azul
Sistemas suportados: Android (em breve iOS)
Área de cobertura: disponível em todo o País
Link para download: clique aqui 
Redes sociais: Facebook redeazulapp e Instagram redeazulapp 

, , , , , , , , , , ,