Criptomoeda chega para empoderar favelas e periferias

O ativo pretende ser uma preservação do poder de compra contra a inflação, apoiar fortemente a educação e trazer todos para o universo dos NFTs

Da Redação | outrosquinhentos.com | São José dos Campos

O mercado de criptomoedas cresceu de forma exponencial nos últimos anos. Somente em junho deste ano, foram negociados 2,7 trilhões de dólares no mundo, mesmo com o preço uma loucura e o Bitcoin lateralizando. Tamanho volume mostra como o ecossistema dos ativos digitais vem atraindo novos investidores.

E com o mercado crescendo cada vez mais, é natural surgir novas moedas digitais neste ambiente. É o caso da Favecoin, uma criptomoeda idealizada para ser um token comunitário de cunho social sem dono, onde cada investidor, parceiro e voluntário irá participar de sua construção.


Leia também: Os melhores investimentos para quem tem mais de 60 anos

“A Favecoin foi criada para dar voz a quem realmente precisa e levar acesso a oportunidades que muitas vezes não lhes são dadas. Com a popularização dos ativos digitais, vimos um ótimo momento de trazer esse público para o universo das criptomoedas e conhecer mais sobre educação financeira e proteção de patrimônio”, conta Bruno, um dos idealizadores e voluntários do projeto.

A criptomoeda foi desenvolvida para ser deflacionária. Inicialmente serão gerados 1 bilhão de tokens, mas com o passar do tempo haverá queimas, tornando o ativo cada vez mais raro e escasso conforme o tempo passar. A missão é ser uma alternativa de reserva de valor para as famílias, uma vez que a inflação das moedas fiduciárias vem crescendo cada vez mais, principalmente nos países emergentes.

Diferente do Bitcoin, a porcentagem das taxas serão usadas para servir de apoio na construção de projetos que beneficiem a todos, sendo três pilares principais:

• 1. Educação: Construir e apoiar projetos que ofereçam capacitação pessoal e profissional de qualidade a todos de forma gratuita

• 2. Empreendedorismo: Apoiar talentos empreendedores de baixas classes sociais para que enriqueçam suas vidas e da comunidade onde vivem

• 3. Causas Sociais: Cooperar de forma descentralizada com causas sociais que ajudem quem mais precisa no Brasil e no Mundo

Além da Fave Academy que terá como foco a educação, na parte do empreendedorismo, será desenvolvido a plataforma Fave NFTs, trazendo esse mercado para a América Latina que já movimenta bilhões de dólares. A criação do marketplace será feita especialmente para artistas, gamers, influencers, youtubers e atletas que queiram realizar lançamentos de NFTs de forma global e segura.

“A intenção não é apenas criar mais uma moeda digital usada puramente para especulação. Queremos fazer a diferença na vida das pessoas, uma vez que a sociedade periférica já sofre com o abandono. Então o intuito é oferecer apoio a projetos que estão atuando na linha frente para resolver os problemas atuais da nossa sociedade e construir plataformas que tragam todos para esse novo universo que está apenas começando”, ressalta Bruno, um dos criadores da Favecoin.

A criptomoeda terá seu valor pareado a BNB, e poderá ser comprada na pré-venda através da plataforma internacional Unicrypt, sendo lançada posteriormente na PancakeSwap.

Quer ficar por dentro de tudo o que fazemos e receber nossas novidades primeiro? Faça parte da lista de Assinantes OutrosQuinhentos! É fácil, é rápido e é grátis! Envie QUERO para o nosso whatsapp (12) 99190 6677 ou clicando aqui.



, , , , ,