Diálogos sobre Folclore discute papel das parteiras tradicionais

Evento acontece nos dias 25, 26 e 27; e propõe uma discussão sobre o ofício das parteiras tradicionais

Da Redação | outrosquinhentos.com | São José dos Campos
18/07/2022 13h46

O Museu do Folclore de São José dos Campos realiza nos dias 25, 26 e 27 de julho uma nova edição do encontro Diálogos sobre Folclore, que tem como título ‘Mãos que amparam: Diálogos sobre o Parir e o Partejar’. O evento conta com apoio do Museu da Parteira.

Os encontros serão virtuais e transmitidos pelo Google Meet, sempre das 19h às 20h30. O tema adotado é uma extensão da exposição temporária aberta em maio pelo museu, que tem como foco as histórias das parteiras tradicionais. A mediação será feita pela pesquisadora do Museu do Folclore, Laís Araújo.

As inscrições devem ser feitas pelo link https://bit.ly/DiálogosSobreFolclore e os participantes receberão certificado de participação.

“O universo do gestar, parir e os primeiros cuidados com uma vida nova que chega é coletivo e reforça a identidade de um povo, pois esses momentos estão cercados por costumes, crenças, saberes e fazeres. A proposta dos encontros é falar sobre esse ofício que se baseia no cuidado, a parteira tradicional”, explica Laís.

Programação

1° Encontro: dia 25 (segunda)

Da casa para o hospital: a mudança de paradigma no cenário do parto e nascimento no Brasil.

Em que momento houve a transformação do cenário onde ocorrem os nascimentos? A palestrante partilhará elementos de sua pesquisa e experiências que mostram, com maior nitidez, as mudanças sociais que impactaram as formas de parir e nascer.

Em 2012 Bianca Nalu realizou um levantamento etnográfico sobre as parteiras caiçaras de Cananéia, no Vale do Ribeira (SP), resultando na publicação Parteiras Caiçaras: Relatos e retratos sobre parto e nascimento em Cananéia, SP, com apoio do Programa de Ação Cultural.

Palestrante – Bianca Nalu: Cientista Social, Arte-Educadora e Mestranda em Antropologia. Pesquisa sobre Etnobotânica, Povos e Comunidades Tradicionais. Acompanha partos domiciliares.

2° Encontro: dia 26 (terça-feira)

A Valorização da Parteira Tradicional – O Museu da Parteira e a realização do Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC) das Parteiras.

As palestrantes discorrerão sobre a criação do Museu da Parteira, um sonho das parteiras tradicionais Dona Zefinha e Dona Prazeres que se tornou realidade.

Elas também abordarão a realização do Inventário Nacional de Referências Culturais (INRC) para registro do ofício de parteira como Patrimônio Cultural do Brasil e trarão uma perspectiva nacional acerca deste bem.

Nesse mesmo dia haverá exibição de fotos que compõem o acervo do Museu da Parteira, de autoria do fotógrafo e pesquisador Eduardo Queiroga.

Palestrantes:

Julia Morim: Graduada em Ciências Sociais (UFPE). Mestre em Antropologia (UFPE), especialista em Museus, Identidades e Comunidades (FUNDAJ). Doutoranda em Antropologia no PPGA/UFPE.

Atua nas áreas de antropologia da saúde, audiovisual, patrimônio, memória e museus.

Pesquisadora do Grupo de Pesquisa Narrativas do Nascer (DAM/UFPE), do Laboratório de Antropologia Visual (LAV/PPGA/UFPE) e do Observatório de Museus e Patrimônios Culturais (OBSERVAMUS/PPGA/UFPE). Integra a equipe que vem desenvolvendo a iniciativa Museu da Parteira, um museu em processo.

Representante da sociedade civil no Comitê Estadual de Estudos de Mortalidade Materna de Pernambuco (CEEMM-PE). Integrante dos coletivos Grupo Curumim e Instituto Nômades.

Elaine Muller: Antropóloga, professora do Departamento de Antropologia e Museologia (DAM/UFPE). Integrante do Museu da Parteira, Coordenadora do Expolab (DAM/UFPE).

Foi uma das coordenadoras da pesquisa Saberes e Práticas das Parteiras Tradicionais do Brasil, com vistas ao registro do ofício de parteira como patrimônio cultural do Brasil. É mãe de três filhos nascidos com parteiras. Integrante dos coletivos Grupo Curumim e Instituto Nômades.

Maria Fernanda da Silva: Enfermeira obstetra por formação, filha de Zefinha, uma das parteiras que idealizou o Museu da Parteira. Presidente da Associação de Parteira de Caruaru.

3° Encontro: dia 27 (quarta)

Roda de conversa com parteiras e lideranças de alguns estados brasileiros.

Roda de conversa entre parteiras tradicionais do norte e nordeste, partilhando seus saberes, os desafios do ofício e como seguem resistindo para viabilizar sua prática em suas comunidades.

Museu do Folclore de SJC
Av. Olivo Gomes, 100 – Santana (Parque da Cidade)
(12) 3924-7318 e (12) 3924-7354
www.museudofolclore.org

Quer ficar por dentro de tudo o que fazemos e receber nossas novidades primeiro? Faça parte da lista de Assinantes OutrosQuinhentos! É fácil, é rápido e é grátis! Envie QUERO para o nosso whatsapp (12) 99190 6677 ou clicando aqui.



, , , , ,