ESG e seus valores para o mundo e os investimentos

Uma tendência que conquista as duas pontas dos negócios: empreendedores e consumidores

Da Redação | outrosquinhentos.com | São José dos Campos

Neste mundo globalizado o setor privado está focado sobre a importância da estratégia de sustentabilidade e do social na sobrevivência dos negócios. Já o setor público tem estes temas na agenda para desenvolver.

E as práticas ESG – Environment, Social & Governance ou em português, Ambiental, Social e Governança também tem “valor” quando o assunto é investimentos.

Um panorama do que estar por vir, como exemplo, é a proposta Green New Deal dos Estados Unidos, que pretende nos próximos 10 anos, ter um investimento entre US$ 2 e US$ 16 trilhões. Paralelamente a isto, bancos e grandes fundos internacionais declararam que para se investir em qualquer empresa ou país partirão da premissa do ESG.

Para o economista e assessor de investimentos Rodolfo Manfredini, da Maestro Investimentos, é cada vez melhor e mais necessário as empresas conquistarem o selo ESG, principalmente as que tem ambição global.

ESG: conheça 7 startups que contribuem com práticas sustentáveis

“Várias empresas brasileiras partiram para a prática e ganharam o selo ESG. Um dos exemplos, é a JBS Indústria de Alimentos, que tem em seu planejamento neutralizar totalmente a emissão de carbono até 2040. Outras empresas com boas práticas são Natura Cosméticos e Marfrig. Isto é um caminho sem volta para o mundo corporativo e de negócios globalizado”, sinalizou Manfredini.

As empresas exemplificadas pelo economista são apenas algumas que estão listadas na Bolsa de Valores. “As práticas ESG pelas grandes companhias são tendências sem volta, inspiram as médias e pequenas empresas e são vitrines para conquistar consumidores da nova geração, principalmente os da geração Z, que trazem com eles entre outros valores, a sustentabilidade ” – reforçou o especialista da Maestro Investimentos.

Para se ter uma ideia, qualquer empresa, independentemente do número de funcionários e do setor, pode se engajar no ESG.

A própria Maestro Investimentos em que Rodolfo Manfredini faz parte, foi a primeira empresa de assessoria de investimentos do Brasil a obter o selo de sustentabilidade Carbon Free. A Maestro faz parte de um programa no qual a compensação de carbono se dá por meio da recomposição florestal.

É feita com plantio de árvores nativas na Serra da Mantiqueira para a preservação de nascentes que irá contribuir no abastecimento de água para mais de 7 milhões de pessoas, na área do Sistema Cantareira, que atende grandes metrópoles da região sudeste do país. Ao lado da Maestro Investimentos estão também empresas como a Caixa Seguradora, Renner e Leroy Merlin.

No mercado financeiro, empresas com o selo ESG estão se tornando cada vez mais atrativas e existem fundos que acompanham índices de empresas listadas em Bolsa que seguem estas políticas. São boas opções para pessoas que procuram alternativas com impacto socioambiental positivo e que investem para janelas de médio e longo prazo.

“Isso demonstra que ESG é um bom investimento em todos os sentidos, além de fazer bem para o planeta faz bem para a sociedade na qual as empresas estão inseridas”, finalizou o assessor da Maestro Investimentos.

Quer ficar por dentro de tudo o que fazemos e receber nossas novidades primeiro? Faça parte do grupo OutrosQuinhentos no Whatsapp! É fácil, é rápido e é grátis! Envie QUERO para o nosso whatsapp (12) 99190 6677 ou clique aqui e entre direto no grupo.



, , ,