Férias da escola e da tecnologia: brincadeiras antigas devem ser resgatadas

Pedagoga mostra que atividades podem ajudar no desenvolvimento das crianças

Da Redação

Amarelinha, esconde-esconde, jogo das sombras, cabo de guerra são apenas algumas das brincadeiras antigas que podem e devem ser resgatadas, não só no período de férias escolares, mas na rotina das crianças, já que ajudam no desenvolvimento geral infantil.

Segundo a pedagoga Claudia Aloia, que comanda o ABC das Mães, grupo que reúne mais de 40 mil mulheres, resgatar as brincadeiras e jogos de antigamente ajudam a criança a aprender a se expressar, lidar com os sentimentos, resolver conflitos e respeitar as regras e principalmente dos companheiros. “As brincadeiras, além de permitir que os pequenos aprendam com diversão, prazer e alegria, desenvolvem habilidades como percepção motora, equilíbrio, orientação espacial, trabalhando o desenvolvimento emocional, social e cognitivo. Infelizmente, apesar de os benefícios das brincadeiras lúdicas serem inesgotáveis, as crianças têm cada vez menos tempo para elas pelo uso de aparelhos eletrônicos”, afirma a especialista.

Por isso, neste período de férias escolares, a proposta da pedagoga é a de dar “férias” para a tecnologia e incentivar as brincadeiras antigas. “Cada tipo de brincadeira tem um ou mais benefícios que são explorados sem a criança perceber e, além de divertir, elas preparam os pequenos para o futuro, já que, inevitavelmente, eles terão desafios semelhantes às brincadeiras”, explica Aloia.

A seguir, a especialista sugere algumas brincadeiras de antigamente que podem acontecer dentro de casa ou ao ar livre e explica os benefícios no desenvolvimento das crianças.

Amarelinha: pode ser desenhada em qualquer espaço e desenvolve as noções espaciais, auxiliando na organização corporal, motora e também desenvolve a musculatura da criança, pois desenvolve a consciência corporal.

Andar de patins, patinete ou skate: a atividade ajuda a desenvolver o equilíbrio, a coordenação motora e a atenção.

Cabo de guerra: o principal benefício dessa brincadeira e o desenvolvimento do trabalho em equipe, mas também é ótimo para exercitar os membros superiores do corpo.

Caça ao tesouro: é ótimo para a atenção aos detalhes, raciocínio e paciência, já que os pequenos têm que seguir pistas até chegar ao tesouro. Excelente para trabalhar a perseverança.

Jogo das sombras: estimulam a criatividade para inventar sombras e a imaginação para adivinhar o que o outro inventou.

Pega-pega e esconde-esconde: é uma ótima atividade de gasto energético, pois desenvolve a agilidade, velocidade e noção de espaço.

Pular corda: também é um ótimo exercício para o corpo, além de trabalhar a noção de a percepção de ritmo e antecipação. Pular corda em grupo, também desenvolve o trabalho em equipe e a compaixão, já que muitas vezes o coleguinha não acompanha o ritmo.

Queimada: é uma excelente brincadeira para desenvolver a agilidade, o trabalho em equipe e o pensamento rápido.

Vivo ou morto: ótima brincadeira para desenvolver a atenção plena, observação, percepção auditiva e reflexo rápido.

, , , , , , , , , ,