88ª Festa de Nossa Senhora da Estrela mantem tradição religiosa e folclore em Jacareí

A celebração acontece entre os dias 7 a 9 de setembro, no bairro Angola de Baixo, zona rural de Jacareí

Da Redação

Em 1901, o clã dos Souzas começava escrever sua história no bairro da Angola de Baixo, em Jacareí.  Vizinha à família, residia uma escrava liberta que, na época, ajudava com os serviços domésticos da comunidade. Certo dia, essa escrava trouxe uma imagem de Nossa Senhora que havia encontrado às margens do Rio Paraíba do Sul.

A imagem ganhou nova morada no bairro. Rezas eram feitas em devoção à santidade e, numa determinada noite de celebração popular, uma estrela pousou sobre o local e lá ficou por horas. A partir de então, os fiéis tiveram certeza que a pequena escultura em barro era Nossa Senhora da Estrela. Anos depois, um bispo em visita ao bairro, confirmou a identidade da santa. Na manhã seguinte, quando a estrela desapareceu no céu, a escrava faleceu e a imagem passou a pertencer à família Souza.

Quem conta essa história respeitando a memória e os causos contados por seus parentes é Dorival de Souza, neto do casal que residia no Angola de Baixo. Depois que seus avós faleceram, a partir de 1930, seus pais resolveram criar uma festa em devoção a Nossa Senhora da Estrela.

Os anos foram passando e a festividade foi fortalecendo suas raízes alicerçadas na tradição, religiosidade popular e folclore. Com o apoio da Fundação Cultural de Jacarehy, agora em setembro, entre os dias 6 a 8, a festa comemora sua 88ª edição com muita gratidão. A data da festa respeita o dia da santa estipulado pela Igreja Católica.

Com o tema ‘Maria, Nossa Senhora Da Estrela, discípula de Jesus e mensageira do evangelho’, o tríduo em louvor a Nossa Senhora Da Estrela pretende receber a mesma média de visitantes que os anos anteriores, cerca de 400 pessoas por dia.

“Eu e meus irmãos crescemos na zona rural de Jacareí, cercados da religiosidade e folclore. Continuar realizando essa festa e compartilhar esse momento com a comunidade faz com que a gente mantenha a tradição da nossa família viva”, diz Dorival.

A pedido do pai, Joaquim de Souza, falecido em 2001, Dorival assumiu o planejamento da festividade estando à frente de tudo. A celebração acontece no mesmo terreno da família, desde a década de 1900.

A capela de Nossa Senhora da Estrela, construída em 1952, foi erguida com a doação dos moradores do bairro e, lá, está abrigada a imagem de bairro encontrada pela escrava. A manutenção do local é realizada até hoje voluntariamente pela família Souza.

Atualmente, a organização da comemoração conta também com a ajuda do Pe. Tiago José Lino Peixoto e toda verba arrecada é destinada para a Paróquia Nossa Senhora do Paraíso, localizada no Jardim Paraíso, também em Jacareí.

Programação

No sábado (08), as festividades folclóricas começam às 13h e vão até às 20h, com Dança Moçambique, Dança de São Gonçalo, Dança de Folia de Reis, Reza de Capelães e apresentação sertaneja.No sábado (09), a procissão da padroeira inicia às 10h e, segue com missa solene em louvor a Nossa Senhora da Estrela, almoço comemorativo e mais show sertanejo. Além disso, barracas com comidas típicas estarão no local.

O endereço da 88º festa de Nossa Senhora da Estrela é na Rodovia Nilo Máximo, Estrada Fazenda Harmonia – KM 8, no bairro Angola de Baixo e, a entrada para a festividade é gratuita.

 

, , , , , , ,