Hora da faxina: o que e como usar para fazer uma limpeza de piso eficiente

Especialista explica que é necessário ter cuidado com a aplicação dos produtos para não danificar as superfícies

Da Redação

A sujeira é considerada uma grande “vilã” no dia a dia das pessoas. Além de fazer mal para a saúde, ela prejudica o nosso convívio social. No entanto, se livrar das impurezas não é uma tarefa fácil, principalmente se elas estão no piso. É preciso ter cuidado com aplicação dos produtos para não danificar as superfícies. Pensando nisso, Paulo Guilherme Hayas Veloso, consultor de limpeza institucional da Ecoville, rede especializada em produtos de limpeza, separou cinco dicas para garantir uma limpeza eficiente e segura.

Identifique o tipo de piso

Para Veloso, é importante saber quais são as soluções adequados para cada tipo de piso. Segundo o especialista, esse é um dos principais erros das pessoas. “Não adianta usar produtos ácidos em superfícies que não suportam acidez”, diz. Existem diversos tipos de pisos, como o encerado, o emborrachado e o cimentado e cada uma destas superfícies possui a sua particularidade.

Saiba o que está sujando o piso

Graxa, terra, óleo. Estas são algumas das principais sujeiras que encontramos nos pisos. Para realizar uma limpeza eficiente, é preciso identificá-las para saber o produto mais recomendado para cada tipo de impureza. “Produtos alcalinos têm mais facilidade de quebrar moléculas de gordura, por exemplo”, explica Veloso. No caso de fuligem ou terra é indicado o uso de produtos de base ácida.

Faça a diluição correta

A indústria oferece diferentes produtos para a limpeza. Eles podem ser alcalinos, neutros ou até mesmo ácidos. No entanto, é preciso tomar cuidado com a concentração aplicada sobre a superfície. Para pisos mais sujos, ao contrário do que pode se pensar, não é indicado fazer soluções mais concentradas, por exemplo.

O produto não pode secar sobre a superfície

A temperatura também é um fator importante na limpeza do piso. “A partir do momento que o produto seca, ele deixa de ter efeito”, diz o especialista. Para evitar que isso aconteça, ele recomenda aplicar os produtos em horários sem sol. Outra dica é colocar as soluções aos poucos em pequenos locais. Dessa forma, é possível enxaguar mais rápido e não deixar o produto secar.

Sinalize o ambiente

Após a higienização do local, é fundamental sinalizar com plaquinhas se o piso está molhado. “A sinalização é importante para evitar transtornos e acidentes. Em uma empresa, por exemplo, se o funcionário cai e não há plaquinha, a responsabilidade é do empregador”, finaliza o especialista.

, , , , , , , ,