Empreendedorismo

Medo do flop? Quais os 7 erros que o empreendedor mais comete na internet?

À medida que os empreendedores enfrentam os desafios de estabelecer e expandir seus negócios, é importante compreender que muitos se deparam com um ambiente digital complexo

A ansiedade do empreendedor por não receber curtidas ou não ter o conteúdo compartilhado inibe as pessoas de investir no posicionamento da sua marca na internet 

O cenário do empreendedor no Brasil tem vivenciado um notável crescimento nos últimos anos. De acordo com o relatório da Global Entrepreneurship Monitor (GEM) 2022, uma pesquisa realizada pelo Sebrae em parceria com a Associação Nacional de Estudos em Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas (Anegepe), aproximadamente 67% da população brasileira está envolvida com empreendedorismo. Esse envolvimento abrange tanto aqueles que já administram seus próprios negócios quanto aqueles que planejam investir nos próximos três anos. Nesse contexto, o Brasil viu um aumento significativo no número de empresas, com 1,3 milhão de novos empreendimentos abertos apenas no primeiro quadrimestre de 2023, segundo o Mapa de Empresas do MDIC.

➡️ Sabia dessa? Brasil é o 3º país onde a população mais teme perder o emprego

No entanto, à medida que os empreendedores enfrentam os desafios de estabelecer e expandir seus negócios, é importante compreender que muitos se deparam com um ambiente digital complexo, que exige presença ativa nas redes sociais e estratégias de marketing eficazes. Para ajudar a evitar as armadilhas comuns e otimizar sua presença online, Matheus Marcondes, CEO da Smile University e especialista em marketing, identificou os sete erros mais frequentes cometidos por empreendedores na internet e ofereceu dicas valiosas para aprimorar a imagem da marca.

1. Falta de construção de autoridade no campo

Um dos maiores erros que os empreendedores cometem é não construir autoridade em sua área de atuação. Ter autoridade nas redes sociais não apenas aumenta a visibilidade, mas também constrói credibilidade. Nesse sentido, os consumidores tendem a confiar em marcas que são vistas como especialistas em seus setores. É importante ressaltar que a confiança é um fator fundamental na decisão de compra.

Compartilhe conteúdo valioso e relevante semanalmente sobre seu produto ou serviço nas redes sociais. Isso não apenas atrairá a atenção, mas também reforçará sua posição como um especialista em seu campo.

2. Falta de oferta clara

Se os clientes em potencial não entenderem exatamente o que estão comprando e como isso resolverá seus problemas, é improvável que efetuem a compra. A comunicação clara é essencial.

Certifique-se de comunicar de forma simples e direta o que seu serviço faz, que problemas resolve e quais benefícios oferece aos clientes. Evite jargões complicados.

3. Não usar tráfego pago

Uma das mudanças significativas que ocorreu nas redes sociais é a alteração frequente dos algoritmos, o que resultou na redução do alcance orgânico das postagens. Isso significa que menos pessoas verão suas postagens sem a ajuda de publicidade paga. Dependendo do tamanho de sua audiência e da concorrência, o alcance orgânico pode ser insuficiente para atingir seus objetivos de marketing.

Direcione o tráfego de forma inteligente para o seu negócio, segmentando o público-alvo com anúncios atraentes e criativos.

4. Não construir uma lista

Se o empreendedor direcionar todo o tráfego apenas para o seu perfil no Instagram, por exemplo, e não construir uma lista em aplicativos como WhatsApp, estará sempre dependendo das plataformas para obter novos clientes.

Invista na construção de listas de contatos e organize os dados dos leads para não ficar refém das plataformas.

5. Ter apenas um canal de captação

Ter autoridade, uma oferta clara, tráfego pago e uma lista não é suficiente se você se limita a apenas uma plataforma. É importante expandir para alcançar diferentes segmentos de público.

Crie uma estratégia digital que abrace novas plataformas com conteúdos relevantes para cada uma.

6. Empreendedor não se adaptar às mudanças do mercado e do público-alvo

É fundamental ao empreendedor reconhecer que a falta de adaptação às mudanças do mercado e do público-alvo pode resultar na perda de lucro e até mesmo na saída do mercado.

Mantenha-se atualizado e continue aprendendo para ajustar suas estratégias de marketing conforme necessário.

7. Isolamento digital

Participar de grupos de empreendedores pode ser altamente benéfico. Compartilhar ideias e obter apoio de outros profissionais pode enriquecer sua jornada empreendedora.

Se você não faz parte de um grupo, considere criar o seu próprio. Convite empreendedores de diferentes segmentos para formar uma rede de apoio online.

Em resumo, os empreendedores enfrentam desafios significativos no ambiente digital atual. Entretanto, evitando esses sete erros comuns, eles podem fortalecer sua presença online, construir autoridade e alcançar um público mais amplo. Além disso, a adaptação às mudanças do mercado e a participação em comunidades de apoio também são estratégias essenciais para o sucesso a longo prazo no empreendedorismo digital. Portanto, esteja preparado para enfrentar os desafios e buscar o crescimento constante em seu negócio online.

➡️ Conheça o instagram do outrosquinhentos.com e fique por dentro de conteúdos exclusivos. Acesse agora mesmo e siga!

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *