Na saúde e na doença! Confeiteira cumpre promessa pela cura da COVID-19 e distribui lanches para população em situação de rua

A confeiteira Carollyne Vargas Caetano, habitante de Niterói – RJ, casada e mãe de dois filhos, se curou do covid-19 e transformou o momento difícil em uma verdadeira lição de vida. Ela fez uma promessa solidária pela sua cura

por Leandra Vianna, para outrosquinhentos.com

“Foi uma promessa, fiquei internada por conta da COVID e em uma das minhas milhares de orações por dia, eu prometi a Deus que se saísse daquele quadro eu iria fazer comida ou lanches para pessoas em situação de rua”, conta, aliviada.

Carollyne estava no aperto pela pandemia, mas desde janeiro começou a distribuir os lanches pelo centro de Niterói. Ela teve a ideia de pedir ajuda nos grupos do Facebook para aumentar a quantidade e servir mais pessoas.

Carollyne conta com a ajuda de clientes, amigos e familiares para fazer as boas ações em Niterói

“Fui a primeira vez em janeiro, a grana ‘tava’ curta porque tive que devolver dinheiro de algumas encomendas por causa do coronavírus, tive que cancelar outras e fiquei bem apertada. Daí fiquei pensando: o que eu podia fazer para não me envolver em mais dívidas? Optei por cachorro-quente, uma maçã, um guaraná e duas mariolas”, lembra a boleira.

Ação social, no entanto, não é uma novidade na vida de Carollyne

“Eu sempre ajudei nessas causas sociais, inclusive rifo muitos bolos pra arrecadar dinheiro para ajudar algumas pessoas. Publico no meu Facebook e muita gente me ajuda, já faço isso há muito tempo. Recolho alimentos para fazer cesta básica também. A maioria dos doadores são meus clientes”, detalha Carollyne.

No último final de semana, a confeiteira contou com a ajuda de quatro pessoas e conseguiu distribuir 60 kits de lanches.

“Eu vou com a minha mãe, eu dou o lanche e ela a bebida. Como eu vi que tem muita gente nessa situação de rua, só com 60 lanches não dá nem para o cheiro. Preciso de doações e se tiver uma boa arrecadação, vou precisar de mão-de-obra também”, explica ela.

E a ideia de ampliar a ação não para por ai. Carollyne Caetano está pensando em arrecadar outros itens, além dos alimentos, para distribuir aos moradores de rua.

“Voltei para casa com pedidos de alguns, principalmente roupas. Um senhor me pediu folhas, lápis, apontador e borracha. Já consegui algumas roupas e quarta vou comprar o material de desenho desse senhor. Entregarei no sábado”.

Se você percebeu que há população em situação de rua no seu bairro, na sua cidade, colabore também, inspire-se na Carol!

E se você é de Niterói ou São Gonçalo e quiser ajudar no lanche solidário, pode fazer contato com Carollyne Vargas Caetano pelo Whatsapp (21) 97126-8584



, , , , , , , , , ,