Os 5 pilares para uma carreira em ascendência

por Andreza Silva, para outrosquinhentos.com

Há um mês passei por uma dificuldade boba, mas quase existencial.

Paralisei quando me pediram para definir o que faço, como um rótulo comum que se dá para uma profissão qualquer. Fiquei reflexiva por alguns minutos e cheguei à conclusão que sou uma profissional multicarreira: sou Andreza, especialista em engenharia de processos, produtividade e qualidade, trainer, palestrante, estrategista, consultora, mentora, celetista e empresária…

E percebi que muitos outros profissionais estão passando ou irão passar por esse dilema em suas carreiras, já que cada vez mais buscamos algo com mais propósito para atender novas demandas do mercado, que não para de mudar e não para de cobrar de nós o preparo para superar desafios.

Hoje, além desse portfólio de atividades que exerço, tenho mais clareza do que desejo desempenhar e do impacto que quero causar. Fazendo uma breve retrospectiva ficou claro que aquilo que tenho de mais valioso é o meu conhecimento, meu capital intelectual, e carrego comigo um propósito: possibilitar que mais pessoas tenham acesso ao conhecimento e, assim como eu, consigam transformar a própria realidade…e um dia retribuir isso ao mundo, como em um ciclo.

Por isso, a partir dessa minha trajetória, começo minha participação como colunista no Portal OutrosQuinhentos com algumas táticas essenciais que podem te ajudar a planejar sua carreira daqui pra frente.

Com certeza, você já percebeu que o ano de 2021 promete muitos desafios assim como foi em 2020, não é mesmo?

Para a carreira não será diferente!

Se você busca ascensão ou uma transição, o planejamento será seu maior aliado junto ao seu poder de execução e persistência.

Então, compartilho aqui os 5 pilares que sustentam um bom planejamento para uma carreira de sucesso:

1. Comece pelo autoconhecimento

  • Quais são seus talentos e paixões? Saber o que faz bem e como pode impactar o mundo é muito importante para alinhar suas características e valores ao seu objetivo.

  • O que não gosta de fazer? Parece óbvio, mas muitas pessoas trabalham todos os dias com atividades que não gostam pelo simples motivo de serem remuneradas para tal.

  • Quais são seus objetivos de curto, médio e longo prazos? É preciso ter clareza do quanto o seu trabalho pode contribuir e te aproximar dos seus objetivos.

  • Qual o motivo da sua insatisfação atual? Você quer de fato mudar de empresa ou uma movimentação interna já resolveria seu descontentamento?

2. Analise sua trajetória e sua evolução ao longo da sua jornada

  • Você possui as competências necessárias para o cargo ou nível que almeja? Você sabe quais são os desafios do cargo dos seus sonhos? Converse com profissionais que ocupam tais posições e verifique se está apto para dar esse passo em sua carreira.

  • Está preparado para assumir novas responsabilidades e está disposto a aprender novas atribuições? Existem capacitações e aprimoramentos referentes às suas Soft ou Hard Skills que precisam ser contemplados?

  • Quais resultados contribuem para que sua transição seja realizada de forma assertiva e sustentável? Analise qual foi o real impacto que seu trabalho gerou na organização ou no setor em que atua e traduza isso em uma oferta atraente ao seu próximo líder.

3. Pondere e entenda seu posicionamento e o contexto

  • Quais são as oportunidades identificadas nesse momento para a sua área de desejo?

  • Considere os pontos identificados no 1º Pilar referente ao autoconhecimento e verifique como você está em relação aos seus concorrentes. Você precisa reforçar algum ponto ou aprender uma nova habilidade?

  • Considere suas perspectivas para um cenário de mudanças constantes e em crise (social e econômica) e prepare um plano B para te ajudar nessa transição: você possui renda ou uma reserva financeira para passar por esse processo sem se desesperar e acabar agarrando a primeira oportunidade que surgir? Sua saúde mental está preparada para passar por turbulências emocionais?

4. Construa um PDI – Plano de Desenvolvimento Individual

  • Com base em todas as informações dos pilares anteriores você identificará pontos a serem desenvolvidos e precisará destinar recursos e energia para se desenvolver e atingir os objetivos almejados. Liste suas intenções, estipule metas e desdobre em ações de curto, médio e longo prazos.

5. Seja protagonista da sua vida

Pare de terceirizar a responsabilidade dos seus resultados a outras pessoas ou às condições atuais. Trabalhe com os recursos que possui e atue sobre aquilo que está sob seu controle, sem esquecer de analisar como os fatores externos afetam sua realidade.

A carreira é sua! Por isso, é fundamental que você assuma a postura de líder de si mesmo, reflita sobre tudo que possa impactar seu desempenho e resultados e planeje seus passos com base nos pontos críticos levantados em suas análises. Só assim seu planejamento será assertivo e contribuirá para sua ascensão profissional.

*Os textos dos colunistas são de responsabilidade de seus autores e não necessariamente expressam a opinião de outrosquinhentos.com
, , , , , , , ,