Projeto quer trazer mais mulheres para o Mercado Financeiro

A iniciativa é da Maestro Investimentos, a qual busca ter, pelo menos, 50% de mulheres em seu time

Da Redação | outrosquinhentos.com | São José dos Campos
23/03/2022 23h40

Intensificar a presença feminina no mercado financeiro é um dos projetos do grupo Maestrinas, da Maestro Investimentos com presença em São Paulo, São José dos Campos, Minas Gerais, Goiânia, Tocantins e Espírito Santo. A assessoria de Investimentos conta com 80 profissionais e foca no atendimento de alta renda, private e empresas.

“Somos um dos escritórios que mais tem mulheres em sua equipe, do administrativo ao conselho de administração, mas queremos mais”, comentou Bruno Pereira, cofundador da Maestro Investimentos.

Essa iniciativa da Maestro em dar espaço para a competência, não ao gênero, vem ao encontro de uma pesquisa realizada pela Pearl Meyer no que se refere à presença de mulheres nos conselhos das 200 maiores empresas do Standard & Poor’s 500 Index (S&P 500).  A análise apontou um aumento nos últimos 10 anos, passando de 19% para 32%.  Quando o assunto é liderança, ainda há uma longa caminhada. Ao observar mais de 200 organizações, descobriu -se que a porcentagem de mulheres em cargos de liderança executiva e sênior é de apenas 28%.

Um bom exemplo de liderança na Maestro é Renata Ribeiro, há mais de 20 anos no mercado financeiro é sócia, assessora private e membro do conselho de administração.

“Ao ter mais mulheres na sociedade, sinto que as forças se complementam.  Durante esses três anos de empresa já atuei em várias frentes, mas sem dúvidas o maior destaque foi a criação das Maestrinas. Nesse grupo compartilhamos nossas conquistas, nos apoiamos e estamos sempre aprendendo. Fazemos todas as sócias se sentirem parte importante da empresa, declarou Renata.

Outra integrante das Maestrinas é Soraia Petris, sócia e head de expansão, cargo que até então, em outras empresas, geralmente é ocupado por homens. Graduada em gestão de pessoas, com pós-graduação em Business Partner para alta liderança, iniciou a carreira no mercado financeiro em Recursos Humanos e hoje tem um dos cargos mais estratégicos da empresa. Ela explica a importância do projeto Maestrinas.

“Nosso principal objetivo é criar um movimento de empoderamento feminino no mercado financeiro, contar nossas histórias de sucesso e superação sobre como seguir uma carreira em um setor predominantemente masculino. É inspirar, incentivar e motivar outras mulheres a entrar no mercado financeiro. Além disso aproximaremos de empreendedoras de diferentes segmentos para mostrar o poder da força feminina”.

Além da competência e resiliência para estar no mercado, predominantemente formado por homens, Renata e Soraia são enfáticas em dizer que na Maestro as oportunidades existem, mas que é preciso estar preparada e mostrar resultados. As duas sócias afirmam que tanto elas quanto as outras mulheres da equipe fazem parte das tomadas de decisões.

“É por isso que criamos as Maestrinas, para mostrar que aqui a mulher faz parte do negócio de fato”, pontuou Soraia.

Investidoras

As Maestrinas buscam a força feminina não somente para o operacional ou para estratégias de mercado, elas querem ajudar aumentar o número de investidoras.
Em janeiro deste ano, a B3 divulgou que atingiu 5 milhões de contas de pessoas físicas abertas em corretoras no país. O número se divide entre 3,8 milhões de contas de homens e 1,2 milhão de mulheres.

“As mulheres estão cada vez mais descobrindo o universo dos investimentos e para incentivá-las tanto para investir quanto para trabalhar, iremos contar nossos cases de sucesso por meio de palestras e eventos ao longo deste ano”, contou Renata Ribeiro.

As Maestrinas começam a colocar em prática o calendário 2022 para esclarecimentos e incentivo sobre o mercado financeiro na semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher onde será realizado inicialmente, no dia 08 de março, um bate papo intitulado “Mulheres Inspiradoras” para um grupo de convidadas, limitado por conta da segurança sanitária imposto pela pandemia. O encontro reunirá mulheres que atuam em diversas áreas como piloto, design de moda, executivas, entre outras.

“Este primeiro encontro será apenas um “start” para a programação ao longo do ano. À medida que os protocolos forem sendo flexibilizados faremos outros encontros presenciais. Queremos inclusive fazer eventos em universidades”, explicou uma das idealizadoras das Maestrinas.

Quer ficar por dentro de tudo o que fazemos e receber nossas novidades primeiro? Faça parte da lista de Assinantes OutrosQuinhentos! É fácil, é rápido e é grátis! Envie QUERO para o nosso whatsapp (12) 99190 6677 ou clicando aqui.


, , ,