Quais os perigos de soluções caseiras para clareamento dentário?

Carvão ativado, bicarbonato e cúrcuma estão entre os produtos sem comprovação científica utilizados para ter dentes brancos. Cirurgiã-dentista explica a ineficácia e os malefícios

Da Redação | outrosquinhentos.com | São Paulo

Carvão ativado, bicarbonato de sódio, cúrcuma e argila. Esses são alguns dos produtos utilizados como clareadores dentários, responsáveis por provocar diversos malefícios à saúde bucal. Sem comprovação científica, receitas caseiras que prometem clarear os dentes fazem vítimas com frequência. Entre as consequências dessas práticas estão o desgaste severo no esmalte dos dentes, manchas e a predisposição ao tártaro.

Segundo a cirurgiã-dentista Aline Graziele Fernandez, da Sorridents Santos e São Vicente, as soluções caseiras de clareamento dentário não são uma novidade. Com uma certa frequência, informações falsas sobre práticas para clarear os dentes são divulgadas na internet e acabam enganando os usuários, provocando prejuízos à saúde bucal dessas pessoas.

“Recebemos pacientes com muitos problemas de saúde bucal e até mesmo com os dentes desgastados por usar produtos que não são indicados para aplicar nos dentes ou gengiva. Até sapólio e sabão de coco são utilizados pelas pessoas para deixar os dentes mais limpos, o que é totalmente ineficaz e prejudicial à saude”, conta Aline.

Leia também: “Pode beber depois da vacina?” foi a pergunta mais feita por Brasileiros no Google em 2021

De acordo com Aline, o carvão ativado é muito agressivo e causa desgaste severo no esmalte dentário. Por conta desta degradação, o nervo do dente fica mais desprotegido provocando a sensibilidade. Outro fator danoso do carvão, é que a composição química do material machuca a gengiva, o que pode gerar outros problemas de saúde bucal.

Conforme explica, ainda, apesar de a cúrcuma ser uma planta, ela não clareia os dentes, ao contrário, escovar os dentes com o pó pode causar o efeito reverso. “A cúrcuma mancha restaurações e dentes que estão riscados e porosos. Além disso, ela não possui flúor em sua composição, outro sinal de que não deve ser utilizada para escovar os dentes”, detalha.

Quanto ao bicarbonato de sódio e a argila, Fernandez comenta que as substâncias riscam o esmalte dos dentes, facilitando o aparecimento de manchas e tártaro. “Existem muitas pastas de dentes estudadas, recomendadas e liberadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Não é necessário as pessoas utilizarem produtos sem comprovação científica para escovar os dentes, pois essas práticas sempre causam algum malefício à saúde bucal”, alerta a profissional.

Aline lembra que nenhuma pasta de dente tem o poder de clarear os dentes, pois é necessário utilizar um ácido específico para que isso aconteça. “O ácido abre os canalículos do esmalte dentário, fazendo com que o agente clareador penetre no dente, clareando de dentro para fora. Por isso é necessário realizar o procedimento em um consultório odontológico”, ressalta.

A cirurgiã-dentista acrescenta que também existem pacientes que compram aparelhos para clarear os dentes pela internet. “Esses aparelhos causam sensibilidade extrema nos dentes pelo fato do laser desses aparelhos não ser regulado para uso dentário”, alerta.

“As pessoas precisam entender que para tratar da saúde ou da estética elas não devem levar em consideração somente o preço baixo, pois podem acabar prejudicando ainda mais sua saúde, além de ter resultados insatisfatórios. Pagar pouco por um aparelho clareador, por exemplo, pode levar a grandes consequências, como perda dentária e lesões graves nas gengivas”, finaliza Aline.

Quer ficar por dentro de tudo o que fazemos e receber nossas novidades primeiro? Faça parte do grupo OutrosQuinhentos no Whatsapp! É fácil, é rápido e é grátis! Envie QUERO para o nosso whatsapp (12) 99190 6677 ou clique aqui e entre direto no grupo.



, ,