Rastros de Ossos apresenta espetáculo solo de dança sobre ancestralidade feminina

O projeto é beneficiado pelo Fundo de Municipal de Cultura (FMC) e terá três finais de semana de apresentações gratuitas em São José dos Campos

Da Redação

Um espetáculo solo de dança que celebra o resgate do feminino, propondo aos expectadores o reencontro da ancestralidade e da pureza selvagem e o retorno à terra em busca de renascimento.

Assim, é definido Rastros de Ossos, uma criação artística beneficiada pelo Fundo de Municipal de Cultura (FMC) de São José dos Campos, com apoio da Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR) e da Prefeitura Municipal de São José dos Campos.

No sábado, dia 13, o espetáculo acontece no Cine Santana, na Zona Norte da cidade. Depois, as apresentações serão nos dias 20 e 21, no Centro de Estudos Teatrais (CET) e no primeiro final de semana de maio, 4 e 5, na Casa de Cultura Flávio Craveiro. Todas as apresentações serão gratuitas.

A frente do projeto está à bailarina e coreógrafa Gabriela Dellias, criadora e intérprete. A inspiração vem do conto La Loba, registrada no livro Mulheres que correm com os Lobos, da autora Clarissa
Pinkola Estés.

Na narrativa, existe a figura de uma velha cuja ocupação é recolher ossos. Porém, essa escavação arqueológica não se reduz a um culto a um passado morto e sem vida, é uma metáfora sobre a reconstrução da vida a partir de escombros e cicatrizes. No espetáculo, Gabriella associa essa inspiração à experiências pessoais e referências artísticas.

“Rastros de ossos é uma vivência de enraizamento em relação ao sagrado. Encontramos as várias facetas de uma mulher que se põe a caminho da libertação em sua plena potência criativa, abraçando seus instintos e intuições: mulher, mãe, filha, fogo e paixão”, relata Dellias.

Os aproximados 50 minutos de espetáculo apresentam uma trilha sonora original executada ao vivo pelos músicos Lígia Kamada e Denilson de Paula.

A cantora, compositora e percussionista paulistana, compartilha que a criação musical para o Rastros de Ossos foi um trabalho em sintonia com a bagagem e história que trouxe Gabriela. “Eu e Denilson criamos sonoridades com os diferentes timbres dos instrumentos ocidentais e orientais, as percussões e as camadas vocais que acompanharam os momentos e movimentos do projeto”, diz Lígia.

O projeto também recebeu o apoio do CAC Walmor Chagas, Estúdio Corpo Cênico e, dos estúdios Henrique & Lobo e Ateliê do Movimento.

Confira as datas de apresentação de Rastros de Ossos:

13 de abril, 20h: Cine Santana

Endereço: Av. Rui Barbosa, 2005 – Santana.

20 de abril, 21h: CET – Centro de Estudos Teatrais

21 de abril, 20h: CET – Centro de Estudos Teatrais

Endereço: Av. Olivo Gomes, 100, Parque da Cidade Roberto Burle Marx – Santana.

04 de maio, 19h: Casa de Cultura Flávio Craveiro

05 de maio, 18h: Casa de Cultura Flávio Craveiro

Endereço: Av. Lenin, 200 – Dom Pedro I.

, , , , , , , , ,