São José encerra 2022 com recordes na queda dos crimes

São José dos Campos, que tem um dos melhores projetos de segurança pública do país, encerra 2022 com recordes históricos na queda dos principais indicadores criminais

Da Redação | outrosquinhentos.com | São José dos Campos
28/12/2022 23h17

Os índices seguem tendência acentuada de redução há 6 anos e são os mais baixos dos últimos 20 anos.

Casos de mortes violentas, por exemplo,  caíram de 171 em 2002 para 72 em 2016 e 47 este ano, considerando o período de janeiro a novembro nos três levantamentos. Os números de dezembro serão divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado no final de janeiro de 2023.

Os crimes contra o patrimônio também estão em queda acentuada nos últimos 6 anos, entre eles casos de roubo e roubo de veículos, cuja redução de casos se mantém acima de 70%. Em março, foram registrados 13 roubos de veículos, o menor número da história da cidade.

Tecnologia

O Programa São José Unida –criado pela Prefeitura para integrar todas as forças de segurança– e o CSI (Centro de Segurança e Inteligência) têm papel fundamental nesses resultados.

Com mais investimentos em tecnologia feitos pela Prefeitura este ano, o CSI passou a ter 1.200 câmeras inteligentes, com reconhecimento facial, leitura de placas e rastreamento de objetos e pessoas.

Em menos de 2 anos do CSI, foram mais de 540 prisões, das quais cerca de 140 eram foragidos da Justiça, de vários estados do país. A média de ocorrências geradas pelo CSI é de 2 pessoas presas e 1 carro furtado ou roubado recuperado por dia.

Em 2022, o Óculos de Inteligência Artificial marcou uma nova etapa no fortalecimento da segurança em São José. O óculos é capaz de fornecer e receber informações em tempo real, integrado ao CSI por câmera no centro do equipamento, para reconhecimento facial e leitura de placas, entre outras funções. Com ele, todos os cenários vistos pelo agente que usa o óculos são vistos simultaneamente nas telas do CSI.


GCM

A Prefeitura de São José contratou 60 novos guardas municipais em 2022. Eles fizeram o treinamento para a formação durante seis meses, com aulas teóricas e práticas. O aumento do efetivo da GCM faz parte do Plano de Gestão 2021/24. A meta é aumentar ainda mais o número de guardas à serviço da população com novo concurso em 2023.

Em 2022 a GCM também ganhou novos armamentos em um investimento de mais de R$ 70 mil. São espingardas calibre 12 e Carabinas .40 para uso da GCM nos patrulhamentos e ações realizadas pela corporação.

A Prefeitura de São José dos Campos começou este ano a construção da nova sede da GCM, na Vila Industrial, que também faz parte do Plano de Gestão da atual gestão e terá academia de formação, refeitório, salas de audiência virtual, corregedoria, sala de gerenciamento de crise com uma mini central do CSI, alojamentos, salas operacionais e estande virtual tiro.

A Segurança Pública e a GCM (Guarda Civil Municipal) de São José do Campos estão há mais de um ano no topo da lista dos serviços mais bem avaliados no Estado de São Paulo entre 15 cidades com mais de 500 mil habitantes, segundo pesquisa Indsat. A GCM tem mais de 80% de  aprovação da população.

Outro investimento na GCM foi a criação da Patrulha Rural, que aproximou as comunidades da zona rural de São José e do distrito de São Francisco Xavier  com a Guarda Municipal. O patrulhamento é feito com caminhonetes 4 x 4, com GPS e rádio comunicador.

Mulher

A Patrulha Maria da Penha, que pertence à GCM, conquistou avanços em 2022. Instalada este ano na DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), a Patrulha garante ainda mais acolhimento e proteção às vítimas de violência doméstica e familiar que têm medida protetiva concedida pela Justiça.

Este ano, todas elas passaram a receber um dispositivo de emergência para situações de risco. Quando acionado, o equipamento dispara um alerta no CSI com a localização da vítima em tempo real, o que agiliza o atendimento.

Também foi criada a Aula de Defesa Pessoal para mulheres, duas vezes ao mês, em turmas. Os instrutores são professores de artes marciais, defesa pessoal, Kung Fu e Hapkido, da GCM e da Polícia Civil.

Fiscalização

Esse ano também foi proveitoso para o combate a crimes de menor impacto, como furto de fios de cobre, hidrômetros e bueiros de espaços públicos. Em operações do Departamento de Fiscalização da Prefeitura, 5 comércios ilegais de sucata foram interditados e 330 quilos de fios de cobre foram apreendidos.

Para coibir ainda mais esse tipo de crime, o Executivo criou lei que obriga os ferros-velhos a apresentar nota fiscal de entrada de produtos identificando nome, endereço e identidade de quem vendeu o produto.


A Fiscalização ganhou 10 novos fiscais em 2022, aumentando o efetivo para 42 profissionais. Os novos contratados fazem horário diferenciado para ações noturnas, como combate à perturbação do sossego.

Defesa Civil

Ao longo do ano, a Defesa Civil de São José dos Campos realizou ações de combate a queimadas na Operação Estiagem e em situações típicas de tempestades comuns no Verão, como chuva forte, ventos, inundações e alagamentos, na Operação Verão.

No primeiro semestre do ano, a Defesa Civil realizou um simulado de escorregamento de terra com desabamento de uma casa. O objetivo foi treinar operações integradas que ajudem a melhorar cada vez mais o atendimento à população em situações de emergência e foi feito para validar o Plano Municipal de Contingência de São José, que envolve diversas secretarias com procedimentos em casos de grandes desastres naturais.

Quer ficar por dentro de tudo o que fazemos e receber nossas novidades primeiro? Faça parte da lista de Assinantes OutrosQuinhentos! É fácil, é rápido e é grátis! Clique aqui e se informe com as boas notícias e o que há de mais importante em São José dos Campos e Vale do Paraíba!


, , , ,