Socorro se prepara para ser a cidade mais petfriendly do Brasil

Com capacitação para trade e validação com selo, projeto se diferencia

Da Redação | outrosquinhentos.com | São Paulo

A Estância Hidromineral de Socorro  cidade turística localizada no Circuito das Águas Paulista e referência em aventura e ecoturismo – não para. Referência em aventura e ecoturismo e em atividades de aventura para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, agora se prepara para servir de exemplo aos destinos, como sendo “a cidade mais petfriendly do Brasil”. A capacitação dos empresários torna o projeto diferenciado, além da disponibilização do selo. Conforto, segurança e bem estar dos pets são as principais premissas.

“É uma tendência. Antes da pandemia as pessoas já buscavam destinos onde pudessem levar os pets. Com a pandemia, se acentuou, ainda mais com a possibilidade das viagens domésticas. Existe demanda e estamos nos preparando para isso”, diz a Secretária de Turismo de Socorro, Ana Monteiro.

Os dados validam. As buscas no Google por hotéis com serviços petfriendly cresceram 300% para viagens, de março a setembro de 2020. Já o Hoteis.com, revelou no final de 2020 que 82% dos brasileiros pretendem viajar com seus animais e que 67% dos entrevistados já levaram seu companheiro de estimação em uma viagem.

Essa movimentação, aliada ao nicho pet brasileiro, é um mercado próspero, repleto de possibilidades. De acordo com o IBGE de 2018, há mais animais de estimação do que crianças nos lares brasileiros. Já é o segundo país na quantidade de animais de estimação.

Leia também: Campos do Jordão se prepara para a estação mais colorida

“Socorro já saiu na frente porque recebe os pets, mas o objetivo é mudar a chave do aceitar pet para ser petfriendly”, diz Patricia Camargo, especialista em petfriendly do Eu, Você e os Pets, responsável pela consultoria do projeto.

Na primeira fase, foi realizado o mapeamento da cidade, um estudo de como está e como pode melhorar. A segunda, e atual, é de capacitação do trade. São oferecidos quatro treinamentos:  um geral para empresários de todos os setores e um focado em lazer, um em hospedagem e outro em gastronomia.

“Muitos estabelecimentos dizem ser petfriendly, mas na verdade não entendem o que significa. Nesta etapa a ideia é esclarecê-los e orientá-los sobre o que precisa ser, ter e oferecer”, explica Patricia. “Queremos que entendam, enxerguem esse público e coloquem em prática as informações recebidas, para, de fato, fazerem parte do turismo petfriendly”, completa.

A validação dessas ações se dará com o recebimento do Selo Petfriendly. Para isso os estabelecimentos precisarão atender requisitos básicos, ter um padrão mínimo de qualidade, que variam com o setor. É uma certificação, passa confiança e irá assegurar aos turistas que todos os lugares que tiverem o selo do projeto, passaram por treinamento e adaptaram os estabelecimentos para receber os pet.

“Temos um grande diferencial: Socorro não sairá distribuindo selos, como acontece em outras cidades, treinará as pessoas para que os estabelecimentos o conquistem”, ressalta a consultora.

“Este processo de assistir os treinamentos e depois fazer o teste para obtenção do selo é fundamental para que possamos garantir a segurança, bem-estar e conforto dos pets ao mesmo tempo que capacitamos o trade para bem receber tanto o público com pet quanto o sem pet. Não é necessário escolher um ou outro, eles podem conviver em um mesmo ambiente, com qualidade de atendimento a todos”, enfatiza Ana Luiza Russo, presidente da Associação de Turismo de Socorro (ASTUR).

O projeto “Socorro, a cidade mais petfriendly do Brasil” é uma realização da prefeitura da Estância Hidromineral de Socorro, Conselho Municipal de Turismo e Associação de Turismo da Estância de Socorro, com consultora e equipe especializadas.

Quer ficar por dentro de tudo o que fazemos e receber nossas novidades primeiro? Faça parte da lista de Assinantes OutrosQuinhentos! É fácil, é rápido e é grátis! Envie QUERO para o nosso whatsapp (12) 99190 6677 ou clicando aqui.



, , , ,