Tendência nos projetos de banheiro: conte com a praticidade dos nichos embutidos dentro do box

Queridinhos na arquitetura de interiores, os nichos otimizam o espaço e ajudam a manter todos os produtos de higiene pessoal sempre à mão e organizados

Da Redação | outrosquinhentos.com | São Paulo
Com o nicho embutido ocupando toda a extensão da parede da área do box, há espaço de sobra para acomodar os produtos no banheiro do casal. No projeto realizado pelas arquitetas do Studio Tan-gram, o mesmo porcelanato, que remete ao efeito de pedra, foi eleito para revestir piso, banco, paredes e o interior do nicho. Um efeito discreto e de mimetismo | Foto: Estúdio São Paulo
Com o nicho embutido ocupando toda a extensão da parede da área do box, há espaço de sobra para acomodar os produtos no banheiro do casal. No projeto realizado pelas arquitetas do Studio Tan-gram, o mesmo porcelanato, que remete ao efeito de pedra, foi eleito para revestir piso, banco, paredes e o interior do nicho. Um efeito discreto e de mimetismo | Foto: Estúdio São Paulo

Auxiliando na organização e otimização de espaço, os nichos embutidos para a área do box vem ganhando cada vez mais destaque na decoração de interiores. Isso porque, além de prático, as aberturas agregam charme, além de oferecer soluções personalizadas, de acordo com a necessidade de cada cliente. Além de diversas opções de tamanho, formato e acabamento, eles substituem perfeitamente as antigas e pequenas prateleiras de canto – quem não se lembra dos modelos com estrutura de metal e vidro? – e dão um toque extra de modernidade e elegância aos projetos.

Leia também: Revestimento de paredes com painel de madeira: como utilizar na decoração?

“A execução do nicho é altamente funcional, simples de ser executado durante a reforma e, sem dúvidas, uma tendência a ser implementada em todos tamanhos e estilos de banheiro”, revela a arquiteta Monike Lafuente, sócia do Studio Tan-gram ao lado da também arquiteta Claudia Yamada. “É muito prático ter os seus produtos em um acesso facilitado. Mas, para alcançar um resultado perfeito, devemos observar alguns cuidados indispensáveis”, complementa.

O que é preciso saber antes de construir o nicho?

Sendo um dos modelos mais populares, os nichos com moldura se tornam destaque na parede. Pensando na unidade do décor, neste projeto, as arquitetas Claudia e Monike aplicaram o mesmo revestimento da bancada para emoldurar o elemento | Foto: Nathalie Artaxo
Sendo um dos modelos mais populares, os nichos com moldura se tornam destaque na parede. Pensando na unidade do décor, neste projeto, as arquitetas Claudia e Monike aplicaram o mesmo revestimento da bancada para emoldurar o elemento | Foto: Nathalie Artaxo

Antes de tornar o sonho do nicho embutido no box uma realidade, algumas precauções são pertinentes. Em primeiro lugar, é primordial avaliar a parede antes da abertura do vão: por precaução, o profissional de arquitetura deve saber se existe espessura necessária para ser quebrada ou se não se trata de uma parede estrutural, de fachada ou pilar. “No caso de prédios, não podemos iniciar os trabalhos antes de obter autorização da construtora ou do condomínio”, reitera Claudia. Após realizar todas as verificações, o quebra quebra só pode acontecer depois de definir marcações que indicarão, altura, largura e profundidade do elemento.

Como escolher a parede ideal?

A dupla do Studio Tan-gram afirma que a preferência é eleger a parede oposta ao chuveiro para a instalação do nicho. Assim, evita-se que a água venha a danificar sabonetes e outros produtos de higiene pessoal | Foto: Estúdio São Paulo
A dupla do Studio Tan-gram afirma que a preferência é eleger a parede oposta ao chuveiro para a instalação do nicho. Assim, evita-se que a água venha a danificar sabonetes e outros produtos de higiene pessoal | Foto: Estúdio São Paulo

A regra para a escolha ideal é relativamente simples: quanto mais distante do chuveiro melhor! “A parede oposta ao chuveiro costuma ser ideal, pois assim evita-se que o nicho receba muita água, tornando até mesmo a limpeza e manutenção mais fácil. Nada de sabonete submerso na água e se desfazendo”, pontua Monike. No que se refere a acabamentos e revestimentos, as arquitetas explicam que a gama de opções é variada: pedras naturais, porcelanato, revestimento cerâmico, metálicos e, até mesmo cimento queimado podem ser empregados – desde que sejam resistentes à água ou impermeabilizados para evitar infiltrações.

Medidas

Além de definir a altura ideal para o nicho, que tem como referência a estatura daqueles que que utilizarão o banheiro, é interessante se balizar pelo tamanho dos produtos que fazem parte do dia a dia dos moradores. Assim, tudo ficará adequado para receber e organizar de acordo com a realidade da casa | Foto: Estúdio São Paulo
Além de definir a altura ideal para o nicho, que tem como referência a estatura daqueles que que utilizarão o banheiro, é interessante se balizar pelo tamanho dos produtos que fazem parte do dia a dia dos moradores. Assim, tudo ficará adequado para receber e organizar de acordo com a realidade da casa | Foto: Estúdio São Paulo

No que diz respeito às dimensões, as arquitetas compartilham a ideia da personalização, desde que realizadas de acordo com os padrões da arquitetura de interiores. Do chão ao nicho, a altura considerada padrão é de 90 cm, assim, a abertura estará em uma configuração confortável para moradores de diferentes estaturas. No vão propriamente dito, as medidas mínimas são de 40 cm de altura x 50 cm de largura, com uma profundidade entre 10 e 15 cm. “Ajuda muito quando a parede é mais espessa, pois assim conseguimos obter um nicho de maior profundidade, ampliando entre 15 e 18 cm. Quando isso não é exequível, podemos trabalhar com menos de 10 cm e avançar com a peça para fora da parede”, soluciona Claudia.

Prateleiras de pedra ou vidro podem ser uma alternativa excelente para paredes mais finas e tão bonitas quanto os nichos embutidos | Foto: Estúdio São Paulo
Prateleiras de pedra ou vidro podem ser uma alternativa excelente para paredes mais finas e tão bonitas quanto os nichos embutidos | Foto: Estúdio São Paulo

Impermeabilização

Uma outra dica valiosa das arquitetas é impermeabilizar e vedar muito bem o nicho para evitar o risco de infiltrações por toda a parede. Quando essa prevenção não é considerada, a água que penetra o interior pode causar mofos, fungos, manchas, estufamento do revestimento e até mesmo graves problemas estruturais. “O período de obra é considerado o momento crucial para investirmos em soluções inteligentes e que aumentem a durabilidade do projeto. Por isso, a impermeabilização e vedação correta do nicho é tão primordial”, finaliza Monike.

Quer ficar por dentro de tudo o que fazemos e receber nossas novidades primeiro? Faça parte da lista de Assinantes OutrosQuinhentos! É fácil, é rápido e é grátis! Envie QUERO para o nosso whatsapp (12) 99190 6677 ou clicando aqui.



, , , ,