Vida longa para a mesa de jantar: dicas de manutenção para o móvel durar mais

As arquitetas Danielle Dantas e Paula Passos, do escritório Dantas & Passos Arquitetura, indicam os principais cuidados para a mesa ficar sempre linda

A mesa de jantar, que está integrada com a sala de estar, traz sofisticação ao décor. A mesa é produzida em madeira laqueada, com tampo em vidro e pintado na mesma cor da laca. Cadeiras em camurça limpável (Francinno Casa) | Projeto de Dantas & Passos Arquitetura e foto de Maura Mello

Da Redação | outrosquinhentos.com | São Paulo

Com a chegada das celebrações de fim de ano, cresce o número de pessoas que investem tempo e dinheiro na escolha de novos itens para a casa, sobretudo para as áreas sociais – como as salas de estar e jantar – ambientes perfeitos para receber a família. Entre um dos itens mais requisitados está a mesa de jantar, afinal é ao redor dela que serão feitas as refeições e brindes, em que serão vivenciados momentos inesquecíveis. Porém, para que o móvel tenha maior durabilidade e um visual impecável, é preciso ter uma série de cuidados. Com experiência no assunto, as arquitetas Danielle Dantas e Paula Passos, do escritório Dantas & Passos Arquitetura,trazem algumas dicas especiais. Confira!

A área gourmet ganhou uma mesa redonda, tampo com prato giratório em mármore travertino romano (Vedra Marmores). Pés da mesa e cadeiras em alumínio pintado de preto, além de tela tb da mesma cor (Franccino Giardini| Projeto de Dantas & Passos Arquitetura e foto de Maura Mello

Visão Geral

O cuidado com a mesa de jantar dependerá especialmente do material utilizado no tampo do móvel. São várias opções que podem ser usadas, como: madeira natural, madeira laqueada, pedras (mármores, granitos, quartzos), tampos resinados, em vidro, metálicos como alumínio, etc. Todos esses merecem cuidados específicos, sendo que os mais delicados são a madeira natural, a madeira laqueada, além da pastilha de osso, portanto devem demandar mais atenção em seu uso.

Leia também: Ergonomia: escolha dos móveis corretos influencia bem-estar

Já a pedra natural é mais resistente, mas a depender do tipo escolhido, também há o risco de manchar. Nesse caso, o que pode ser feito é uma impermeabilização no tampo para evitar a absorção de líquidos. Já o vidro é o mais fácil para a manutenção e conservação, além da possibilidade de ser pintado da cor da laca posteriormente, igual à base da mesa, dando um resultado bem interessante. Só fique atento às bordas, pois são mais frágeis e podem lascar.

Neste apartamento com ambientes integrados há duas opções de mesa. Na esquerda, uma quadrada produzida em madeira, com tampo em vidro (acervo), além da retangular, à direita, que é feita com tampo em pastilha de osso (Empório Beraldin) | Projeto de Dantas & Passos Arquitetura e foto de Maura Mello

“Cada tipo de mesa deverá receber um tratamento diferente, afinal cada material possui características próprias. Sendo assim, cada um vai ter um tipo de limpeza e manutenção adequado. Por exemplo, para limpar uma mesa em madeira natural, a seladora e um pano úmido já são suficientes; já para o tampo de vidro, um pano com álcool é melhor e, assim por diante”, diz Danielle.

“Em superfícies como a madeira, substâncias como o vinho e o café podem deixar manchas bem marcadas. Geralmente esses móveis já vêm da fábrica com uma mão de seladora. Então, em caso de acidentes, se você secar com um pano rapidamente poderá evitar danos maiores. Já os tampos de vidro não correm esse risco, são limpos facilmente, porque não absorvem líquidos”, complemente Paula.

Ainda no mesmo projeto do apartamento, destaque para a mesa quadrada feita em madeira e tampo de vidro, além do incrível conjunto de pendentes na cor cobre, que trouxe um ar moderno para a decoração | Projeto de Dantas & Passos Arquitetura e foto de Maura Mello

Cuidados rápidos

Segundo as profissionais, há jogos americanos e certos tecidos de toalhas que já vêm com um tipo de impermeabilizante, teflon, ou uma camada de proteção contra líquidos. Isso não permite que a bebida derrubada sobre a mesa transpasse e manche o tampo, o que pode ajudar demais no dia a dia! Outra dica nessa linha é usar um forro protetor sob a toalha de mesa. Em caso de acidentes, ajuda a evitar que o líquido seja absorvido pela madeira ou pedra mais porosa. Não esqueça da decoração:”É importante que as tolhas de mesa, ou os jogos americanos escolhidos, façam parte do conjunto do décor da casa, por isso devem estar inseridos no mesmo estilo, conceito, e nas mesmas cores, para criar um ambiente mais harmonioso”frisam as arquitetas.

A sala de jantar apresenta tons neutros e todo o aconchego da madeira. A mesa é feita em madeira laqueada brilhante com vidro pintado da mesma cor e as cadeiras em madeira estofadas em couro ecológico | Projeto de Dantas & Passos Arquitetura e foto de Maura Mello 

Casas com crianças e pets: o que fazer?

Quem tem crianças ou bichinhos em casa sabe das inúmeras “artes” que eles podem aprontar. Por isso, as arquitetas indicam a proteção do tampo com uma toalha de mesa e um forro impermeável sob a toalha. Assim, a superfície fica mais segura contra manchas, afinal os pequenos sempre acabam derrubando comida ou bebida, não é mesmo? No caso de mesas com tampos de vidro, uma dica de segurança é usar protetores de silicone nas quinas, enquanto as crianças são menores, para evitar acidentes.

Mesa em Mármore Pietra Gray (Vedra Mármores). Cadeiras em couro ecológico da MCM Representações | Projeto de Dantas & Passos Arquitetura e foto de Luis Gomes 

Erros mais comuns

No dia a dia, alguns descuidos acabam por reduzir a qualidade e a beleza do móvel. Entre os erros mais comuns estão a colocação de objetos que podem danificar ou riscar a mesa, o excesso de peso, além das panelas e pratos muito quentes sem o uso de protetores adequados. O uso de materiais de limpeza ácidos e abrasivos também pode corroer os tampos, riscar e tirar o brilho da peça. Por fim, na hora de varrer a casa, muita gente também acaba batendo a vassoura nos pés da mesa, o que pode lascar a madeira. Então, é necessário ainda mais cuidado na hora da limpeza de rotina.

Cuidados com as cadeiras

Não se pode esquecer das cadeiras, afinal elas integram a sala de jantar e compõem a decoração juntamente com a mesa. Se elas forem de tecidos que absorvem líquidos facilmente, é grande o risco de ficarem com manchas e sujeiras com o passar do tempo, com a queda de molhos, azeites, vinhos, sucos, entre outros. Por isso, é muito importante a escolha de tecidos resistentes, fáceis de limpar e mais impermeáveis, como camurças e couros sintéticos. Evite tecidos delicados como sedas, por exemplo. Hoje em dia, também existem tecidos tecnológicos, para uma limpeza mais simples, o que representa uma boa solução.

Mesa de jantar em tons neutros e feita com acabamento em pastilha de osso (Empório Beraldin) e com cadeiras em camurça limpável (Artefacto). Os pendentes repletos de detalhes ajudam a compor a decoração | Projeto de Dantas & Passos Arquitetura e crédito Divulgação

Dicas para cada caso

Se a mesa for de madeira …

– As profissionais alertam que tanto tampos de madeira normal quanto as versões em madeira laqueada necessitam de cuidados especiais.

– Não é aconselhável colocar peso demais sobre a mesa. Há riscos de abalar a estrutura e entortar o tampo.

– Evite que a mesa de madeira tome sol, porque, aos poucos, o material pode manchar e ficar com um aspecto envelhecido. Por isso, use cortinas para a proteção.

– Evitar contato com umidade, pois pode estufar a madeira.

– A limpeza deve ser cuidadosa. Evite materiais como palhas de aço, que possam arranhar a peça. O melhor é usar esponjas macias e com pouca água.

– O “lustra móveis” pode ajudar a evitar o acúmulo de poeira e, também, pode proteger de marcas d`água, mas nunca deve ser usado em excesso! Use o produto com intervalos de tempo e de forma moderada.

– Sempre utilize porta copos para evitar as manchas circulares que são difíceis de remover. Além disso, há vários modelos divertidos e repletos de design.

– Outro recurso muito utilizado é o “descanso” para pratos ou panelas, de forma a evitar a colocação desses utensílios quentes diretamente na mesa. Toalhas ou jogos americanos também podem ser utilizados, mas verifique a qualidade do material.

– Riscos sempre aparecem com o tempo e o uso diário, por isso os tampos de madeira merecem atenção.

Mesa de marcenaria em BP cinza cobalto (Bontempo Gabriel), cadeiras Nardi em polipropileno preto e banquetas de ferro pretas (MCM Representações) | Projeto de Dantas & Passos Arquitetura e fotos de Luis Gomes

Se a mesa for de pastilha de osso … 

– Esse caso se assemelha bastante com os cuidados com a madeira. São produtos naturais altamente porosos. Então, mesmo com a proteção de uma seladora, por exemplo, caso seja derramado vinho, café ou outra bebida, é necessário realizar a limpeza imediata, pois corre o risco de manchar.

Se a mesa for de vidro …

– O vidro é um material frágil, portanto pode ser facilmente danificado, riscado ou, então, lascar as bordas. Por isso, não arraste objetos pontiagudos em sua superfície, nem coloque nada pesado sobre a mesa.

– Mesas com tampos de vidro devem ter as bordas lapidadas e polidas para evitar que pessoas se machuquem nas quinas.

– Evite colocar pratos muito quentes diretamente sobre o vidro, pois o calor pode trincar a peça.

– Procure o vidro temperado para tampos de mesas, que é um vidro de segurança e mais resistente a impactos.

– Na hora das refeições sempre use toalhas ou jogos americanos para melhor proteção do tampo de vidro.

– Limpeza do tampo: caso esteja apenas empoeirado uma flanela macia já resolve. Mas, caso esteja com gordura, use água com vinagre e suco de limão. Limpe com um pano limpo ou papel toalha, ou um pano com detergente neutro. Não deixe resíduos de produtos, pois podem manchar o vidro. Depois finalize com um pano com álcool ou limpa vidros.

Mesa de jantar em tons neutros e feita com acabamento em pastilha de osso (Empório Beraldin) e com cadeiras em camurça limpável (Artefacto). Os pendentes repletos de detalhes ajudam a compor a decoração | Projeto de Dantas & Passos Arquitetura e crédito Divulgação

Se a mesa for de pedra …

– Mesas em pedras podem ser muito práticas pela sua resistência, mas mesmo assim pedem alguns cuidados. Esses móveis podem ser feitos com tampos de mármores, granitos, quartzos e até mesmo porcelanatos em grandes formatos.

– Diferencial 1: São ótimas para varandas aonde bate sol, porque a pedra não estufa, nem desbota com a incidência da luz solar.

– Diferencial 2: Não mancham com a colocação de pratos quentes, nem com copos diretamente sobre o tampo.

– Evite arrastar objetos pontiagudos que possam riscar o tampo da mesa.

– Quando são de mármores mais claros ou mais porosos, se cair algo com vinho tinto ou suco de uva, deve-se limpar imediatamente (antes que absorva e manche).

– Para a limpeza, evitar a utilização de materiais químicos que tenham alta acidez ou sejam abrasivos, como ácidos ou querosenes, pois podem manchar e tirar o brilho da pedra. Um pano úmido com um pouco de sabão neutro já é o suficiente.

– Granitos e quartzos são mais resistentes e têm menor índice de absorção de líquidos, então podem manchar menos. Porém, mesmo assim, peça ao fornecedor que o tampo seja impermeabilizado.

Quer ficar por dentro de tudo o que fazemos e receber nossas novidades primeiro? Faça parte da lista de Assinantes OutrosQuinhentos! É fácil, é rápido e é grátis! Envie QUERO para o nosso whatsapp (12) 99190 6677 ou clicando aqui.



, , , , ,