quinta-feira , 29 fevereiro 2024
Mulher&

Endometriose: Ômega-3 pode abrir caminhos para melhores tratamentos

Especialista sugere que o Ômega-3 pode oferecer benefícios promissores e explora os potenciais efeitos dele no tratamento da endometriose

Especialista sugere que o Ômega-3 pode oferecer benefícios promissores e explora os potenciais efeitos dele no tratamento da endometriose 

A endometriose, condição dolorosa que afeta milhões de mulheres em todo o mundo, é abordada por diversas opções de tratamento, com especial atenção para os benefícios potenciais do Ômega-3. O ácido graxo Ômega-3, presente em fontes como peixes oleosos e suplementos, pode atuar de maneira positiva no controle de agentes pró-inflamatórios e anti-inflamatórios; sendo assim, tem sido considerado parte importante de uma dieta para diminuir os sintomas.

Essa condição inflamatória crônica afeta de 6% a 10% das mulheres durante os anos reprodutivos e de 25% a 38% das meninas adolescentes com dor pélvica crônica. Embora os tratamentos existentes, como medicamentos hormonais e cirurgias, possam proporcionar algum alívio, ainda há uma necessidade contínua de abordagens mais eficazes e menos invasivas.

A orientação para a inclusão de Ômega 3 na dieta para endometriose foi reforçada após a divulgação de um extenso estudo, realizado com uma amostra de mais de 70 mil pacientes. Os resultados indicaram que as mulheres que consumiram uma quantidade maior de alimentos ricos em Ômega 3 apresentaram uma redução de 22% na probabilidade de desenvolver endometriose. O comportamento delas foi monitorado durante 12 anos, culminando na publicação dos resultados na revista científica americana Human Reproduction.

Boas perspectivas

O Dr. Patrick Bellelis, especialista em endometriose e colaborador do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, comenta o estudo. “A pesquisa sobre o Ômega-3 e a endometriose é promissora, mas ainda está em seus estágios iniciais. No entanto, as propriedades anti-inflamatórias do Ômega-3 oferecem um potencial interessante para melhorar a qualidade de vida das mulheres que sofrem com essa condição”, afirma.

À medida que a busca por soluções mais eficazes para a endometriose continua, o Ômega-3 emerge como um candidato promissor. A pesquisa em curso pode eventualmente fornecer às mulheres afetadas por essa condição uma nova esperança para melhoria da qualidade de vida, segundo acredita Bellelis.

Enquanto a pesquisa continua a explorar o papel do Ômega-3 no tratamento da endometriose, muitos profissionais da saúde enfatizam a importância de uma abordagem abrangente e personalizada. “Consultar um médico especializado antes de iniciar qualquer suplementação ou mudança significativa na dieta é crucial para garantir a segurança e a eficácia do tratamento”, conclui o especialista.

Você já conhece o outrosquinhentos.com? Acesse nossos principais conteúdos e mude sua forma de cuidar do seu corpo, sua mente, seu bolso e sua vida.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *