quinta-feira , 11 julho 2024
Carreira

A construção de um porta-voz eficaz para uma empresa

Um bom porta-voz precisa trabalhar diversas habilidades, como comunicação clara e objetiva, dominar o assunto e transmitir confiança

Em um mercado econômico cada vez mais competitivo e dinâmico, as empresas precisam se destacar e colocar a marca em evidência. Uma das formas de se comunicar com o público e ter posicionamento é manter um bom relacionamento com os veículos de comunicação. Para isso, a figura do porta-voz se tornou crucial para a construção e manutenção da reputação corporativa.

Um bom porta-voz deve ser visto como a figura confiável e acessível da empresa. A assessora de imprensa, Renata Brito, ressalta que o porta-voz precisa transmitir credibilidade, profissionalismo e empatia.

“É fundamental que ele se apresente de maneira articulada e que entenda o assunto, sem parecer que foi ensaiado. É preciso também cuidar da aparência, além de ter uma postura aberta e receptiva para engajar com o público. A presença de um porta-voz preparado pode determinar no sucesso da mensagem transmitida pela empresa para a imprensa”, disse Renata.

O perfil de um bom porta-voz

Para que alguém leve o nome da empresa de maneira eficaz e assertiva, é preciso ter algumas características específicas e trabalhar o perfil de um porta-voz comunicador. Renata explica ainda que o conhecimento vai além de entender todos os processos da empresa, tem que saber transformar termos técnicos em uma linguagem acessível para o público-alvo.

“Um bom porta-voz tem uma comunicação clara e objetiva. Em uma entrevista com um jornal, por exemplo, essa pessoa não deve usar jargões técnicos da área porque quem vai ler ou assistir o conteúdo pode não entender a mensagem”, explica a assessora de imprensa.

Além de trabalhar a comunicação, outras orientações são fundamentais na hora de se posicionar com um veículo de imprensa:

Dominar o assunto: o porta-voz deve ter um conhecimento profundo sobre a empresa, o setor em que atua e aquilo que está falando. É preciso saber sobre os produtos, serviços, processos, novidades e o propósito da marca. Isso permite que ele se posicione com confiança e transmita credibilidade;

●  Habilidades: saber falar em público, gerenciamento de crise e lidar com entrevistas e improvisos são algumas das habilidades essenciais para um bom porta-voz. Ele precisa manter a calma e a postura mesmo sob pressão.

➡️ Leia também: Apesar da alta demanda, último Bitcoin só será minerado em 2140

Papel do assessor de imprensa

A maioria dos porta-vozes não está preparada para lidar com jornalistas ou engajar-se com o público nos canais de comunicação da marca. Essas pessoas são capacitadas para desempenhar as suas funções dentro da empresa. É nesse momento que se faz necessário o apoio de uma assessoria de imprensa.

O assessor é um jornalista especializado em trabalhar a visibilidade, credibilidade e a reputação da marca no mercado em que ela atua. Além disso, a construção de um porta-voz eficaz começa com uma parceria sólida com a assessoria de imprensa.

“A assessoria é responsável por criar uma rede de contatos e se aproximar da maior quantidade possível de jornalistas. Além disso, o assessor desempenha toda parte de produção de conteúdo, como os releases, sugestões e solicitações de pauta, treinamento dos clientes para lidar com a imprensa e gestão de crise”, conta a diretora da Fatos&Ideias.

%s Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *