quinta-feira , 11 julho 2024
Desenvolvimento Pessoal

Como ter habilidade técnica e comportamental para o sucesso?

Orientadora de carreira explica a diferença entre habilidades de soft e hard skills, além de destacar que nem sempre “mais” é sinônimo de “melhor” para atingir o sucesso

Com a taxa de desemprego em 7,7% no Brasil, entrar e se manter no mercado de trabalho é um desafio constante, que exige não apenas a frequente atualização em termos de conhecimentos técnicos, mas também a capacidade de desenvolver habilidade interpessoal e emocional. Nesse contexto, as habilidades de hard e soft skills são essenciais para o sucesso no mundo corporativo, além de representarem pilares fundamentais na construção de profissionais completos e altamente valorizados.

De acordo com Ellen Murray, especialista em RH da Refuturiza, é necessário ter um equilíbrio entre habilidades técnicas, as hard skills, e comportamentais, as soft skills. “Seja para iniciar uma carreira, fazer uma transição ou permanecer na posição de um profissional desejado pela empresa, é preciso traçar rotas para chegar onde você deseja. Isso envolve desenvolver habilidades de modo contínuo, unindo o know-how ao famoso cafezinho”, assegura.

Diferença entre habilidade técnica e comportamental 

Chamadas hard skills, as habilidades técnicas são adquiridas por meio de educação formal, treinamentos especializados ou experiência prática. Essas habilidades são facilmente quantificáveis ​​e verificáveis, geralmente representadas por certificados, diplomas ou habilidades técnicas em um campo específico, como fluência em idiomas, conhecimentos de informática, habilidades de programação, uma determinada graduação, entre outros conhecimentos.

“Muitas vezes o profissional acredita que quanto mais habilidades técnicas tiver, mais ele irá se destacar, porém isso pode ser um ponto negativo, porque acaba tirando o foco. E talvez essas hard skills não vão ser assertivas, pontuais ou bem utilizadas no seu contexto. Então é preciso ser o mais racional possível ao traçar uma estratégia profissional”, orienta Ellen.

Já as soft skills são as habilidades comportamentais e sociais necessárias para interagir de forma eficaz com colegas, clientes e o ambiente de trabalho. Essas habilidades incluem empatia, comunicação eficaz, resolução de conflitos, trabalho em equipe e liderança. Ao contrário das hard skills, as soft skills não são facilmente medidas e estão frequentemente relacionadas com a personalidade e a experiência de cada indivíduo.

“Falar sobre habilidade no comportamento envolve falar sobre o temperamento. Mas quem sou eu para falar que o seu temperamento é errado e o meu é o correto? Então, em relação ao comportamental, é preciso identificar primeiro os pontos que estão na base da personalidade e usar essas características de forma positiva”, ensina Ellen, ressaltando que as soft skills podem ser aprimoradas por meio de prática, feedback, mentorias e até mesmo atividades de autoconhecimento, estímulos ao fortalecimento da inteligência emocional, da empatia, da comunicação assertiva e outras habilidades interpessoais.

Enquanto as hard skills são cruciais para atender às exigências técnicas de um cargo, as habilidades de soft skills são cada vez mais reconhecidas como essenciais para liderança eficaz, colaboração produtiva em equipes, adaptação a mudanças e resolução de conflitos.

Encontrar um equilíbrio entre esses conjuntos de habilidades é de grande destaque no mercado de trabalho. A combinação dos conhecimentos técnicos e especializados com a habilidade no relacionamento interpessoal e na adaptabilidade é o diferencial que permite aos profissionais serem considerados multifuncionais e altamente valorizados. “O profissional tem que ser o mais resiliente possível”, atesta a orientadora de carreira.

✅ Leia também:  7 dicas para ter uma vida mais leve

Como identificar sua própria habilidades

Descobrir e identificar as próprias habilidades de hard skills e soft skills é um processo contínuo e reflexivo, mas há alguns testes disponíveis no mercado que são capazes de auxiliar nesta dinâmica.

Para identificar as soft skills, é fundamental refletir sobre como você interage com os outros, como lida com desafios, como se comunica e resolve problemas em ambientes diversos. Observar os feedbacks recebidos, áreas em que você se destaca e situações em que teve sucesso colaborativo pode ajudar a identificar suas competências sociais e comportamentais.

No caso das hard skills, verifique sua formação acadêmica, certificações obtidas, experiências profissionais anteriores e habilidades técnicas específicas. Além disso, considere os elogios recebidos, tarefas em que se sente mais confortável e projetos em que teve maior sucesso para reconhecer suas habilidades técnicas.

Em um mercado de trabalho dinâmico e competitivo, a combinação equilibrada de habilidades técnicas e comportamentais pode ser o caminho para o sucesso profissional. A valorização dessas habilidades, o desenvolvimento constante e a capacidade de integrar o ambiente de trabalho são essenciais para profissionais que buscam se destacar e se adaptar às demandas do mundo corporativo atual.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *